Novo delator menciona suborno ao ex-deputado Mário Negromonte

Postado em fev 6 2016 - 1:38pm por Jornal da Chapada
foto6

O ex-ministro das Cidades, Mário Negromonte | FOTO: Reprodução |

Negromonte volta ao olho do furacão da Operação Lava Jato. Matéria deste sábado (6), do jornal Folha de S. Paulo informa que o novo delator da Lava Jato, Frank Geyer Abubakir, ex-presidente e acionista da petroquímica Unipar Carbocloro, confirmou ter pago pelo menos R$ 18 milhões em propina ao ex-ministro do governo Dilma Mário Negromonte (PP) e ao ex-deputado do PP José Janene, morto em 2010.

Diz ainda a publicação do jornal paulista que o repasse teria ocorrido após a criação da petroquímica Quattor, fundada em 2008 a partir de uma sociedade entre a Unipar e a Petrobras. O empresário contou ao Ministério Público Federal, em novembro, que procurou Negromonte e Janene para ajudá-lo a “manter a Unipar no mercado”.

A empresa pertencia a José da Silva Mattos Neto, empresário baiano que, segundo Abubakir, apresentou-o a Negromonte. O episódio confirma os depoimentos do doleiro Alberto Youssef e do ex-diretor da Petrobras Paulo Roberto Costa. Ainda segunda a Folha, o ex-ministro das Cidades Mário Negromonte, hoje conselheiro do Tribunal de Contas dos Municípios da Bahia, nega, por meio de sua defesa, o recebimento de propina. Redação do site Bocão News.

Sobre o Autor

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Deixe Uma Resposta

Você deve ser logando em para postar um comentário.