Conferências movimentam territórios Piemonte da Diamantina e Litoral Sul

Postado em fev 23 2016 - 11:33am por Jornal da Chapada
foto5

Durante dois dias, representantes do poder público e da sociedade civil debatem estratégias e definem ações prioritárias | FOTO: Reprodução |

Duas grandes Conferências Territoriais de Assistência Técnica e Extensão Rural (Ater) ocorrem nesta semana. No Território Piemonte da Diamantina, o encontro acontece na cidade de Jacobina conhecida pelas suas inúmeras serras. Já no Território Litoral Sul, a conferência está sendo realizada em Itabuna. Com o tema ‘Agroecologia e Alimentos Saudáveis’, as atividades transcorrem até esta terça-feira (23). Durante dois dias, representantes do poder público e da sociedade civil, nos territórios, debatem estratégias e definem ações prioritárias para a oferta de assistência técnica e extensão rural de qualidade aos agricultores familiares, com gestão e controle social.

Na segunda, na abertura do evento, em Jacobina, o secretário de Desenvolvimento Rural (SDR), Jerônimo Rodrigues, citou os investimentos da secretaria no Território Piemonte da Diamantina. Ele destacou a aprovação de dez projetos nos editais (Leite, Apicultura e Socioambiental) do programa Bahia Produtiva, executado pela Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (CAR), vinculada à SDR. Somados, os investimentos representam R$ 2,2 milhões e beneficiam 200 famílias de agricultores familiares dos municípios de Jacobina, Miguel Calmon, Capim Grosso, Serrolândia e Caém.

O secretário também destacou a oferta de assistência técnica e extensão rural, por meio do contrato com a Cooperativa de Trabalho e Assistência Técnica à Agricultura Familiar Sustentável do Piemonte (Cofaspi), que atende 960 famílias em oito municípios do território. Jerônimo Rodrigues anunciou também a chegada do projeto Pró-Semiárido que irá apoiar 104 comunidades da região, em 12 municípios.

Encontro estadual
Na ocasião, o titular da SDR falou também sobre a expectativa quanto à elaboração de um documento que contribua com a conferência estadual, prevista para o mês de abril, em Salvador. “Esse território é um bom laboratório para organizarmos as políticas públicas de forma integrada, por meio da Ater. O nosso desafio é ajudar a estruturar entidades [associações e cooperativas] e reforçar a relação com o poder público municipal”.

O diretor de Ater, da Superintendência Baiana de Assistência Técnica e Extensão Rural (Bahiater), Jazon Júnior, destacou que as conferências servem para avaliar as ações executadas e construir propostas para uma nova Ater para o estado. “A Bahiater vem para construir de forma integrada. Só iremos conseguir um processo pleno de assistência técnica dialogando com os colegiados territoriais, prefeituras e movimentos sociais”.

Com as conferências de Jacobina e Itabuna, ficam faltando quatro etapas territoriais obrigatórias para a realização da 2ª Conferência Estadual de Assistência Técnica e Extensão Rural na Agricultura Familiar e na Reforma Agrária (Ceater), promovida pela Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR), por meio da Bahiater e do Conselho Estadual de Desenvolvimento Rural Sustentável (CEDRS). Com informações da Secretaria de Desenvolvimento Rural.

Sobre o Autor

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Deixe Uma Resposta

Você deve ser logando em para postar um comentário.