Segundo especialistas, cultivar bromélias não atrai Aedes Aegypti

Postado em mar 8 2016 - 3:40pm por Jornal da Chapada
fotro6

Existem 3,2 mil espécies de bromélias, com cerca de 43% nativas do Brasil | FOTO: Reprodução/Cplantar.com |

O receio de que a água que fica acumulada entre as folhas das bromélias possa vir a ser um nascedouro do mosquito Aedes Aegypti, que transmite a dengue, zika e chikungunya, foi descartado segundo especialistas da Empresa Brasileira de Agropecuária (Embrapa). Muitas pessoas exterminavam as plantas de seus jardins com medo da doença, que pode ser fatal.

Existem 3,2 mil espécies de bromélias, com cerca de 43% nativas do Brasil. Algumas delas não acumulam água. Mas, mesmo as que retêm o líquido, não são ambientes favoráveis para o Aedes, já que o que fica no tanque formado pelas folhas é um suco biológico que não é um ambiente favorável para a reprodução do inseto. Então se você pensa em ter uma planta dessa em casa, não se preocupe com mosquitos nelas. Com informações do site Globo Rural.

Sobre o Autor

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Deixe Uma Resposta

Você deve ser logando em para postar um comentário.