Aleluia diz que “Lula e Dilma se abraçam afogados na lama”

Postado em mar 16 2016 - 4:01pm por Jornal da Chapada



alleuia

Deputado federal José Carlos Aleluia |FOTO: Divulgação|

“Um abraço de afogados na lama é o retrato de Lula no ministério de Dilma”. Assim descreve o deputado federal José Carlos Aleluia (DEM-BA) a manobra da presidente Dilma Rousseff de nomear o ex-presidente como ministro da Casa Civil, com foro privilegiado, para livrá-lo do juiz Sérgio Moro e da cadeia, além da tentativa desesperada dela de impedir o seu iminente impeachment.

“Com esse ato, Dilma fechou os olhos e tapou os ouvidos ao recado das manifestações populares do último domingo, dia 13 de março. Seria mais digno que ela renunciasse definitivamente ao governo em vez de entregá-lo a Lula, o chefe da organização criminosa que arruinou o país. Além do impeachment de Dilma, o povo brasileiro repudiou veementemente Lula e pediu a prisão dele nas ruas”, assinalou o parlamentar baiano.

Para Aleluia, a presidente Dilma Rousseff, em nenhum momento, pensou no sofrimento por que passa o povo brasileiro quando tomou a decisão de botar Lula em seu ministério. “A economia nacional já enfrenta a pior crise de sua história, com recessão profunda, inflação e desemprego em alta. A situação está difícil e o anúncio de Lula na Casa Civil piora ainda mais os índices financeiros. O dólar já voltou a subir!”.

O deputado democrata está convicto que a manobra não vai surtir o efeito desejado pelos petistas. “Diante das irresponsabilidades e ilícitos cometidos nos últimos anos, cujo petrolão é o maior exemplo, a população clama pelo impeachment de Dilma e pela prisão de Lula. O Congresso Nacional e a Justiça vão saber cumprir o seu papel constitucional em prol do futuro do Brasil”.

Sobre o Autor

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Deixe Uma Resposta

Você deve ser logando em para postar um comentário.