AssessoriaCidadesCuriosidadesMenu Principal

A República é chantageada por um gangster, diz Suíca sobre Cunha

suica
Ainda conforme Suíca, o próximo alvo de Cunha será chantagear o vice-presidente Michel Temer para cumprir tudo que prometeu | FOTO: Reprodução |

As novas declarações do presidente da Câmara Federal, deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ), de que a Casa não votará nenhum projeto até a definição do Senado sobre o impedimento da presidente Dilma Rousseff, indignaram as correntes petistas, movimentos sociais e setores da sociedade contrária ao andamento do processo. Nesta quarta-feira (20), o vereador de Salvador, Luiz Carlos Suíca (PT) disse que a declaração de Cunha trouxe à tona a questão do porquê o país estar estagnado.

“A República é chantageada por um gangster, um réu na Lava Jato e em ação no STF [Supremo Tribunal Federal] e que só não foi preso ainda por uma questão política. Não me venham dizer que todo esse teatro que vimos no domingo não é para livrar ele das acusações de lavagem de dinheiro e recebimento de propina em obras da Petrobras. Esses caras que quebraram o país. Dizer que parou a Câmara para pressionar o Senado é de uma frieza que se assemelha a um psicopata”.

Ainda conforme Suíca, Cunha vai também chantagear o vice-presidente Michel Temer (PMDB). “Não tenho dúvida que para ele não ser cassado vai fazer acordo com todos que puder. Se Temer não honrar os compromissos firmados para a aprovação do impeachment de Dilma, Cunha vai começar uma ofensiva contra ele. Vai ameaçar abrir o processo de afastamento contra o vice”, completa.

Jornal da Chapada

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios