CidadesCuriosidadesMenu PrincipalPolítica

Chapada: Joyuson e Átila são oficializados como candidatos para o pleito em Utinga

foto67
A disputa pela prefeitura de Utinga será uma competição de comparações administrativas | FOTO: Divulgação/Vando Foto |

A convenção partidária que homologou a chapa Joyuson Vieira (PSL) e Átila Karaoglan (PSDB) para o pleito de outubro no município de Utinga, na Chapada Diamantina, foi realizada em meio à euforia da população, que clama pela retomada do desenvolvimento do município. O evento aconteceu na última sexta-feira (5), em um prédio vizinho à Casas Freire, na Praça Antônio Muniz, e referendou a dobradinha apoiada por partidos como o PSL, PSDB, PTN, PP, PTB, PT e PV. Lideranças políticas locais e regionais participaram da convenção e reafirmaram o apoio à dobradinha.

Essa coligação majoritária, que apresenta a chapa Joyuson como candidato a prefeito e Átila como vice, recebeu o nome de “A Força do Povo” e vai para as urnas no próximo dia 2 de outubro apoiada pela coligação proporcional formada por PTN, PTB, PT, PPL e PV. A proporcional recebeu o nome “O Povo Quer”. Tem ainda a coligação composta pelos partidos PSL, PSDB e PP, que recebeu o nome “A Vontade do Povo”. Vale ressaltar que a chapa Joyuson e Átila entra na corrida eleitoral para enfrentar a chapa formada pelo atual prefeito do município, Alberto Muniz (PSD), que vai para a reeleição com a candidatura sustentada por uma liminar – já que tem contas rejeitadas pelo Tribunal de Contas dos Municípios (TCM).

Confira mais imagens de Vando Foto:

Este slideshow necessita de JavaScript.

Durante a convenção, Joyuson fez um discurso esclarecendo informações e lembrou das ações que realizou para Utinga, quando foi gestor do município. “Enquanto oposição, nunca fizemos nada que atrapalhasse o andamento da atual gestão. Nossos vereadores, diferente da oposição que tínhamos, nunca votaram contra o povo de Utinga. E, se o prefeito não governou, foi por falta de vontade e capacidade, ou os dois, mas não por termos dificultado”, salienta Vieira em seu discurso.

Para quem não sabe, Joyuson Vieira foi prefeito do município de 2005 até 2012, época em que apresentou Átila Karaoglan como candidato, perdendo a eleição para o atual prefeito Alberto Muniz. “É preciso saber respeitar a vontade do povo, foi isso que fizemos em 2012. Nem sempre quando se perde sai derrotado. Eu disse que voltaria à minha vida de bancário, muita gente não acreditava. Não vivo de política, mostrei na prática, e humildemente passei estes quatro anos dentro do Banco do Brasil, como simples funcionário, lugar que conquistei com meu esforço por meio de concurso público”, declara o candidato do PSL.

A disputa pela prefeitura de Utinga será uma competição de comparações administrativas, onde o povo avaliará como o município foi entregue por Joyuson Vieira e como ele se encontra hoje. “É necessário fazer a transição e preparar o caminho para o ‘novo’, e somente por isso aceitei o chamado popular, para junto com Átila, devolver ao povo de Utinga o acesso aos seus direitos essenciais [saúde, educação, segurança, assistência social, agricultura] e reconstruir Utinga”, completa Joyuson Vieira em discurso.

Jornal da Chapada

Jornal da Chapada

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios