Bahia: Política precisa de representantes do povo, diz ativista de Lauro de Freitas

Postado em set 13 2016 - 2:06pm por Jornal da Chapada
tony

O candidato a vereador de Lauro de Freitas, Tony Barreto | FOTO: Divulgação |

O ativista de Direitos Humanos e pré-candidato a vereador em Lauro de Freitas, Tony Barreto (PMDB), elevou o tom dos debates políticos no município para o pleito de 2016. Nesta segunda-feira (12), Barreto considerou torpe e desrespeitoso o tratamento que cadeirantes e todas as pessoas que precisam de acessibilidade na cidade passam cotidianamente. “Ruas esburacadas, praias com pouca ou nenhuma acessibilidade, falta de inclusão social, econômica e falta serviços especializados para as pessoas com deficiência”, salienta.

De acordo com o candidato peemedebista, as pessoas precisam se identificar com seus representantes políticos e esses precisam avançar em projetos voltados para as minorias excluídas. “Na política é preciso focar em quem tem história de representatividade e que seja real, sem aquele apelo emocional ou com peças dramáticas. O que pregamos é que todo mundo pode fazer o que deseja, mesmo com médicos especialistas dizendo o contrário. Os jogos paraolímpicos são exemplos disso, veja quantas pessoas superaram suas limitações físicas, motoras, mentais, psíquicas e estão em plena disputa atuando diferentes modalidades”, pontua.

Tony Barreto tem defendido a atuação política com inclusão no mercado de trabalho para pessoas com deficiência e considera o debate ainda pouco discutido na sociedade. Segundo o candidato a vereador de Lauro de Freitas, é preciso que a população também adira ao projeto de acessibilidade, inclusão e cidadania. “Acredito que só assim poderemos mudar algo no município. O atraso social para com pessoas com deficiência atinge cerca de 3 mil famílias em Lauro de Freitas, precisamos de inclusão para dar qualidade de vida para todos”, completa.

Sobre o Autor

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Deixe Uma Resposta

Você deve ser logando em para postar um comentário.