PSDB diz que jantar de R$ 6,9 mil na Câmara Federal serviu 52 deputados

Postado em set 19 2016 - 4:44pm por Jornal da Chapada
foto6

As “notas referem-se a almoço e jantar oferecidos aos 52 deputados da bancada presentes no dia da votação do impeachment” | FOTO: Reprodução/PSDB |

No mesmo dia em que estava sendo votado o andamento do processo de impeachment de Dilma Rousseff, 17 de abril deste ano, o deputado Antônio Imbassahy gastou R$ 3.687,50 num almoço reembolsado pela Câmara dos Deputados. A bancada do PSDB na Câmara pediu reembolso de R$ 6.975,50 por apenas três refeições oferecidas a seus deputados durante o impeachment de Dilma. Duas das notas foram apresentadas no dia da votação em plenário, uma delas, a de R$ 3.687,50, no restaurante Coco Bambu, foi do almoço de domingo, em 17 de abril.

Outro lado
A Liderança do PSDB na Câmara, comandada pelo deputado Imbassahy, divulgou uma nota nesta segunda-feira (19) para esclarecer as notas divulgadas na imprensa de que o partido gastou R$ 6.975,50 por apenas três refeições no dia do impeachment. As “notas referem-se a almoço e jantar oferecidos aos 52 deputados da bancada presentes no dia da votação do impeachment, quando os restaurantes da Câmara estavam fechados e o Congresso com restrição de acesso”, afirma o partido.

Leia a íntegra:

De acordo com a assessoria da Liderança do PSDB na Câmara, duas notas referem-se a almoço e jantar oferecidos aos 52 deputados da bancada presentes no dia da votação do impeachment, quando os restaurantes da Câmara estavam fechados e o Congresso com restrição de acesso. Outra, a almoço servido em reunião da bancada, no dia da apresentação do relatório na Comissão Especial do Impeachment. A Liderança afirma ainda que as notas apresentadas seguem estritamente as regras estabelecidas pela Câmara e todos os valores pagos foram devidamente declarados. As informações são do Brasil 247.

Sobre o Autor

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Deixe Uma Resposta

Você deve ser logando em para postar um comentário.