#Bahia: Justiça determina cassação de prefeito e vice de Santo Amaro

Postado em nov 4 2016 - 9:00am por Jornal da Chapada
bocão

Ricardo Machado (PT) e Leonardo Pacheco (PSB), tiveram seus mandatos cassados e estarão inelegíveis por oito anos | FOTO: Reprodução/Bocão News |

Após uma verdadeira batalha judicial, a Justiça Eleitoral de Santo Amaro julgou procedente o pedido de cassação do prefeito da cidade Ricardo Machado (PT), na tarde desta quinta-feira (3). Machado, que já havia tido seu mandato cassado em janeiro, mas reverteu a decisão judicial após liminar em março, ficará inelegível pelos próximos oito anos junto com o vice-prefeito Leonardo Pacheco (PSB).

A decisão do juiz eleitoral, Marcos Adriano Silva Ledo ainda condenou o pagamento de multa de R$ 35 mil, e a inelegibilidade a partir de 2012. De acordo com a decisão, houve “indícios do cometimento de ilícitos eleitorais, civis, administrativos e criminais” por parte da gestão do petista, relativo ao seu envolvimento em prejuízos gerados em função de atrasos em 20 obras em Santo Amaro.

Segundo o MP, o prejuízo com a falta das intervenções, que deveriam ter sido concluídas em 2015, chega a R$ 66 milhões. Na última semana, o irmão do prefeito, Bruno Carmo, teve o pedido de Habeas Corpus recusado, acusado de desviar R$ 646.360,47, conforme as investigações da operação Adsumus. Extraído do site Bahia.BA.

Sobre o Autor

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Deixe Uma Resposta

Você deve ser logando em para postar um comentário.