Temer deve nomear Imbassahy ministro no lugar de Geddel mesmo com denúncias de propina

Postado em dez 13 2016 - 10:17am por Jornal da Chapada
foto

Temer e Maia defenderam o nome de Imbassahy como substituto de Geddel | FOTO: Reprodução |

Mesmo citado na delação de Cláudio Melo Filho, ex-executivo da Odebrecht, o deputado federal Antonio Imbassahy (PSDB) acertou em definitivo sua nomeação para o lugar do ex-ministro Geddel Vieira Lima (PMDB) na Secretaria de Governo, pasta que cuida da articulação política do Planalto. A informação é da coluna Satélite, do jornal Correio.

Alvo de fogo amigo disparado ao longo da semana passada por lideranças da base aliada no Congresso, Imbassahy teve o caminho pavimentado domingo, durante o jantar em que o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), reuniu deputados governistas, ministros e o presidente Michel Temer (PMDB). De acordo com um dos parlamentares baianos presentes ao encontro, Temer e Maia defenderam o nome de Imbassahy como substituto de Geddel e conseguiram eliminar grande parte das resistências ao tucano.

Especialmente, junto ao centrão, ala formada por partidos que davam sustentação à ex-presidente Dilma Rousseff (PT) no Legislativo, mas apoiaram o impeachment – casos do PSD, PP, PR e PTB. “Antes, havia muita rejeição a (Antonio) Imbassahy como chefe da Secretaria de Governo. Esse cenário mudou desde a noite de domingo, após o jantar com o presidente Michel Temer na residência oficial de Rodrigo Maia”, confidenciou outro deputado baiano que participou do encontro. Extraído do site Bocão News.

Sobre o Autor

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Deixe Uma Resposta

Você deve ser logando em para postar um comentário.