Chapada: Abastecimento irregular de água em Bonito atrapalha vida de moradores

Postado em jan 11 2017 - 10:05am por Jornal da Chapada
foto

Atualmente, segundo a Embasa, os moradores de Bonito têm água chegando da rua de dois em dois dias | FOTO: Reprodução/Agência Senado/EBC |

Os cidadãos que moram no município de Bonito, na Chapada Diamantina, têm passado por dificuldades por conta da irregularidade do abastecimento de água potável há mais de uma semana. Segundo o gerente da Empresa Baiana de Águas e Saneamento (Embasa) na cidade, Gilson Brito, a represa ‘Ingazeira’, que atende à população local, secou depois de dois anos de pouca chuva.

No entanto, há cerca de um mês o governo do estado, com a presença do governador Rui Costa, inaugurou um sistema de abastecimento de água na cidade. O que, vê-se agora, não deu resultados efetivos. O Jornal da Chapada procurou a Embasa em Itaberaba, responsável pelas unidades em Bonito e Utinga, mas foi pedido que enviássemos nossos questionamentos por escrito, o que fizemos e mesmo depois de dois dias de espera não foi respondido.

Coleta
“Atualmente estamos coletando a água em três poços artesianos, mas eles não dão conta”, revelou Brito. Conforme as informações passadas pela Embasa, outros pontos de coletas estão sendo avaliados pelos técnicos, mas já há esperanças de normalização por conta dos rumores de chuva na região da represa.

“Com uma chuva razoável o reservatório já consegue acumular água suficiente para normalizar a situação”, disse Gilson. Ainda segundo ele, hoje os moradores de Bonito têm água chegando da rua de dois em dois dias. Mesmo com essa perspectiva otimista e esperançosa de uma solução que caia dos céus por parte da Embasa, a realidade é que a população está sofrendo com a falta de água em suas casas.

Por Adalício Neto / Jornal da Chapada

Sobre o Autor

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Deixe Uma Resposta

Você deve ser logando em para postar um comentário.