#Salvador: Espetáculo de grupos da Chapada Diamantina em cartaz no Teatro Vila Velha

Publicidade
Postado em mar 29 2017 - 9:28am por Jornal da Chapada
foto

A peça é promovida pela ‘Família Griô Mamulengo da Chapada’ e ‘Grãos de Luz e Griô’ e terá duas apresentações com as participações especiais de Juliana Ribeiro e Luciana Souza | FOTO: Divulgação/Ciro Pacheco |

A ‘Família Griô Mamulengo da Chapada’ e ‘Grãos de Luz e Griô’ trazem para Salvador o espetáculo ‘As Filhas de Oiá’. As apresentações acontecerão nos dias 31 de março (próxima sexta-feira), às 15h, na Praça Dois de Julho, Campo Grande, e no dia 1º de abril (sábado), às 20h, no Cabaré dos Novos do Teatro Vila Velha, localizado no Passeio Público. Adaptado da obra literária ‘As Filhas de Oiá’, da escritora Lillian Pacheco, o espetáculo de mamulengo conta a história de meninas e mulheres negras, filhas de Oiá, que enfrentam o racismo por gerações em busca de sua identidade e ancestralidade.

A peça traz um elenco de jovens, formados nas oficinas de teatro e música do Ponto de Cultura Grãos de Luz e Griô, além das participações especiais da cantora Juliana Ribeiro e da atriz Luciana Souza. Durante todo este semestre a peça circulará em 12 espaços culturais, escolas e universidades públicas de 11 municípios da Chapada Diamantina e em Salvador.

Mais imagens do espetáculo

Este slideshow necessita de JavaScript.

Livre para todas as idades, o objetivo do espetáculo é formar público para a apreciação da cultura do boneco de mamulengo, fortalecer a cultura negra feminista, valorizar suas histórias de vida e mitos afro-brasileiros. O espetáculo ‘As filhas de Oiá’ foi aprovados pelo edital setorial de teatro 2016 com o apoio do Fundo de Cultura da Fundação Cultural e Secretaria de Cultura da Bahia.

Sobre o Ponto de Cultura Grãos de Luz e Griô
Localizado na cidade de Lençóis, Chapada Diamantina, o Ponto de Cultura Grãos de Luz Griô, trabalha há mais de 20 anos em comunidades locais e do Brasil, com educação, tradição oral e desenvolvimento sustentável. Em Lençóis congrega mais de 600 crianças e jovens, 40 educadores de 6 escolas e 250 participantes e mestres griôs de diversas manifestações culturais. Mais detalhes em: http://migre.me/wkzON. As informações são de Nádia Conceição.

Sobre o Autor

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Deixe Uma Resposta

Você deve ser logando em para postar um comentário.