Jornal da Chapada

#Bahia: Vereador de Feira de Santana que denunciou venda de drogas sem provas é punido

A decisão foi da Corregedoria da Câmara, que apresentou a conclusão do processo administrativo contra o edil Ron do Povo | FOTO: Reprodução/Acorda Cidade |

O vereador do município de Feira de Santana, no centro-norte da Bahia, Ron do Povo (PTC), será punido com medida disciplinar de censura depois de ter denunciado uma suposta venda de drogas dentro da Câmara Municipal de Feira de Santana e não ter dado provas ou apresentado o nome do assessor que lhe ofertou o entorpecente (leia mais aqui e aqui). A decisão foi da Corregedoria da Câmara, que apresentou a conclusão do processo administrativo contra o edil nesta terça-feira (6).

“Evidente que o ato perpetrado pelo Representado possui natureza injuriosa, uma vez que macula a honra objetiva desta Casa, no que diz respeito à reputação e respeitabilidade perante a sociedade. Assim, pode ser considerada infração aos preceitos contidos no Código de Ética e, portanto, passível de aplicação de penalidade”, diz trecho do relatório do processo. A punição foi decidida com base no artigo 4º, 7º, 11º, inciso II e 13º do Código de Ética e Decoro Parlamentar.

Para o corregedor, vereador Alberto Nery (PT), o pronunciamento de Ron colocou em cheque a idoneidade de 280 assessores de vereadores. “Disse a ele [Ron] que quando for fazer algum pronunciamento grave que antes procure vereadores experientes e peça conselhos para não gerar situações constrangedoras como esta, que de qualquer forma arranhou a imagem da Câmara e do próprio vereador”, afirmou.

Ao site Acorda Cidade, Alberto Nery explicou que a censura pode ser uma advertência escrita ou o vereador fazer um pedido de desculpas na tribuna. “Optamos pela censura por entender que ele é um vereador novo, está no primeiro mandato, está desinformado e então cometeu um equívoco. A única coisa que ficou clara é que de fato alguém ofereceu droga a ele nesta casa e ele não sabe precisar de fato se era assessor ou não”, declarou. Com informações do Bahia Notícias e Acorda Cidade.

Pular para a barra de ferramentas