CidadesCuriosidadesMenu PrincipalSaúde

Lençóis: Criança de 9 anos é diagnosticada com esquistossomose após visita a ponto turístico

foto56
Três pontos turísticos foram interditados na Chapada após os casos da doença | FOTO: Rafael Macêdo/Arquivo Pessoal |

Uma menina, de iniciais C.P.L, de 9 anos, foi diagnosticada com esquistossomose após ir com sua família a pontos turísticos de Lençóis, na Chapada Diamantina. A criança foi até a cidade em viagem em janeiro passado. Hoje C.P.L está sem poder andar por conta da contaminação pelo schistosoma mansoni. A família de Agnaldo Matos de Lima, 46 anos, pai da garota, esteve no Poção no dia 7 de janeiro, e em abril os sintomas começaram a se apresentar. “No dia 16 de abril, ela teve sintomas na perna. No dia 17, começou a mancar e, no dia 18, não andava”, contou o pai.

Moradores de Itaberaba, na região da Chapada, foram até Feira de Santana para hospitalizar a filha e tentar descobrir o que ela tinha. Foram mais de 20 dias para conseguir um diagnóstico preciso, de mielite transversa esquistossomática. “Na verdade, quando foi fazer uma bateria de exames, estavam ativos como dengue e chikungunya. Aí depois, com a ressonância, foi que deu mielite”, disse o comerciante. Exames de sangue apontaram que dois irmãos de Clara também foram contaminados pelo schistosoma, mas não manifestaram a doença. Eles foram medicados com um remédio em dose única.

Os pais da criança também foram examinados, mas ainda aguardam os resultados para saber se tiveram contato com a larva. A criança está fazendo tratamento com corticoides e acompanhamento com fisioterapeuta. Ela não teve nenhum outro sintoma além da dor nas pernas e a família só desconfiou que poderia ser esquistossomose depois de ver reportagens sobre os turistas mineiros que desenvolveram a doença ao visitar o Poção (veja aqui).

Interdições
Três pontos turísticos foram interditados na Chapada após os casos da doença. As novas interdições foram no Poço Verde e no local conhecido como Banho da Ponte, às margens da BR-242, no município de Lençóis. O Poção já havia sido fechado pelo proprietário do Complexo Turístico Fazenda Santo Antônio, onde está localizado, logo após o registro da doença em turistas mineiros.

Segundo a secretária de Turismo da cidade, Lilian Andrade, os três locais fechados estão no leito do Rio Santo Antônio, possível fonte da contaminação, já que passa por locais onde há população ribeirinha. “Não são atrativos muito visitados. O Poção tinha começado a receber visitas esse ano, e, quando começou a história, o próprio proprietário interditou imediatamente. O Poço Verde e o banho da ponte na BR-242, na ponte sobre o Rio Santo Antônio, são lugares visitados, aonde a própria população local vai”, explicou. Jornal da Chapada com informações de Correio 24h.

Jornal da Chapada

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios