Chapada: Conjunto de esmeraldas com 137kg é comprado por baiano e pernambucano

Postado em jul 11 2017 - 2:35pm por Jornal da Chapada
foto

A pedra foi encontrada na Mina Caraíba, em Pindobaçu, e é a terceira desse porte localizada na região | FOTO: Reprodução |

Um conjunto de esmeraldas encontrado na cidade de Pindobaçu, na Chapada Norte, que chama a atenção por possuir 60 cm de altura e pesar 137 quilos, foi comprado por um baiano de Curaçá, no norte do estado, e por um empresário de Petrolina, em Pernambuco. A canga de esmeraldas, conjunto de pedras brutas unidas, foi avaliada em aproximadamente R$500 milhões. A pedra foi encontrada na Mina Caraíba, em Pindobaçu.

Na região, essa é a terceira pedra desse porte. As outras duas anteriores foram avaliadas em cerca de R$1 bilhão cada, porém ambas pesavam cerca de 400 quilos. O empresário de Petrolina, que preferiu não se identificar, explicou que atua no setor de mineração e disponibiliza patrocínio financeiro aos mineradores e garimpeiros da região. Por esse motivo, ele teve preferência na aquisição do minério.

O empresário disse ainda que adquiriu a peça devido a sua raridade e o destino da esmeralda gigante será, a princípio, a comercialização no mercado externo. “A esmeralda chama a atenção por se tratar de uma peça rara, uma das únicas do mundo com peso e tamanho semelhantes. Ela é uma verdadeira obra de arte esculpida pela natureza e com certeza será desejada por colecionadores, museus e universidades”, relatou.

Segundo o advogado dos donos do minério, José Cícero de Melo, já foram providenciados o certificado de origem e a nota fiscal de compra, assim como todos os trâmites junto ao Departamento Nacional de Produção Mineral (DNPM) e o Fisco, processo para demonstrar a regularidade e legalidade das transações. Jornal da Chapada com informações do G1BA.

Sobre o Autor

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Deixe Uma Resposta

Você deve ser logando em para postar um comentário.