Jacobina: Familiares de vítima de homicídio querem justiça e fazem protesto em frente ao Fórum

foto

Parentes da vítima que foi brutalmente assassinada com golpes de foice dentro de sua residência protestam e pedem justiça | FOTO: Augusto Urgente |

Familiares de Vânia Lúcia de Jesus Silva, assassinada aos 39 anos, realizaram manifestação em frente ao Fórum Jorge Calmon, em Jacobina, na Chapada Norte, na manhã da última terça-feira (10), para pedir a condenação do acusado do crime, o ex-companheiro da vítima, Edmilson de Jesus Alves, 48 anos, de vulgo Soninho.

Vânia foi brutalmente assassinada com golpes de foice dentro de sua residência, no Loteamento Emília Andrade II, no último dia 30 de setembro, em Caém. Na segunda-feira (9), os familiares estiveram em frente à Delegacia de Polícia Civil de Caém para reivindicar apuração e agilidade no caso.

Parentes de Vânia relataram que ela vivia para a família e não costumava sair, mas tudo começou a mudar no mês de julho, durante a festa de São Pedro. A mulher teria saído para ver os festejos com as irmãs e o ex-companheiro teria se tornado agressivo, segundo os relatos.

“Ela deu uma nova oportunidade pra ele e agora ele matou ela na minha frente, com uma foice, cortando o seu pescoço”, disse a filha do casal, Edivania Alves. Jornal da Chapada com informações de Augusto Urgente.

Sobre o Autor

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Deixe Uma Resposta

Você deve ser logando em para postar um comentário.