CidadesCuriosidadesEditorialMenu Principal

#Brasil: Título eleitoral eletrônico é lançado por ministro Gilmar Mendes em Brasília

ttulo
Para acessar o documento digital, o eleitor deverá baixar o aplicativo do E-título, desenvolvido pela Justiça Eleitoral e disponível nas lojas de todos sistemas operacionais para smartphones | FOTO: Reprodução/TSE |

O presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Gilmar Mendes, lançou o E-título nesta sexta-feira (1), na sede da Corte Eleitoral. Com a tecnologia, os eleitores poderão acessar uma via digital do título eleitoral, exatamente igual ao original e com a mesma validade do documento impresso, que o eleitor poderá ter consigo por meio de um aplicativo no seu smartphone ou tablet. Para acessar o documento digital, o eleitor deverá baixar o aplicativo do E-título, desenvolvido pela Justiça Eleitoral e disponível nas lojas de todos sistemas operacionais para smartphones.

Depois deverá se dirigir ao cartório eleitoral, para fazer o cadastro do número do telefone e, assim, receber por SMS o código de autenticação por meio do qual ele receberá a via digital do título eleitoral. Ao ser acessado pela primeira vez, o documento será gravado localmente e ficará disponível ao eleitor. A novidade foi uma iniciativa do Tribunal Regional Eleitoral do Acre (TRE-AC).

Impactos positivos
Além do aspecto sustentável, surgindo como alternativa à emissão de títulos eleitorais em papel, o E-título trará outros impactos financeiros positivos. A economia será perceptível na redução dos custos da Justiça Eleitoral com a emissão de segundas vias dos títulos extraviados, suprimentos de impressora, aquisição de equipamentos para a impressão dos documentos e consumo de energia, entre outros.

Para o eleitor, o benefício virá na facilidade de ter os seus dados eleitorais sempre seguros e disponíveis, diminuindo os riscos de extravios e danos ao título de eleitor. Também o tempo de atendimento nos cartórios eleitorais – relativo à impressão, assinatura e entrega do título – será consideravelmente reduzido. Por fim, haverá a diminuição da necessidade de deslocamentos até o cartório eleitoral. As informações são do TSE.

Jornal da Chapada

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios