CidadesCuriosidadesMenu PrincipalSaúde

Chapada: Projeto social ‘Bichos do Capão’ cuida de animais de rua de distrito em Palmeiras

caa
A primeira ação do ‘Bichos do Capão’ foi a instalação de comedouro e bebedouro na vila, para alimentar e matar a sede dos animais | FOTO:
Montagem do JC/Ascom |

O projeto ‘Bichos do Capão’, localizado no distrito de Caeté-Açu, em Palmeiras, Chapada Diamantina, tem melhorado a vida dos animais em situação de rua da localidade. Esse projeto foi criado em setembro por Thaís Cunha, moradora do Vale do Capão desde o começo de 2017. “Percebi que há um grande número de animais de rua. A proposta do ‘Bichos do Capão’ é assistir os animais daqui, em especial os de rua”, falou Thaís ao Jornal da Chapada. Esses bichos são examinados e consultados pela veterinária da Comercial Santana, em Seabra, que tem dado apoio ao projeto. Após o resultado dos exames, são iniciados os tratamentos.

A primeira ação do ‘Bichos do Capão’ foi a instalação de comedouro e bebedouro na vila, para alimentar e matar a sede dos animais. Logo depois outras ações foram desenvolvidas, como o mutirão de vacinação para cães e gatos, em parceria com a prefeitura local, no dia 24 de novembro. O ‘Bichos do Capão’ já está realizando, também em parceria com a prefeitura, testes rápidos de leishmaniose nos cães. Esses testes são disponibilizadas pela Diretoria Regional de Saúde (Dires), em Seabra.

“Estive na Dires para entender como funciona o teste e qual a orientação do Ministério da Saúde após o resultado positivo nos animais. Já existe tratamento para a leishmaniose, e a posição do projeto é que a eutanásia só seja realizada em último caso”, contou Thaís. Na pauta do projeto está a realização de mutirão de castração a preços populares, sendo que o custo da castração dos animais de rua será bancado pelo projeto, instalação de novos comedouros e bebedouros, além de campanha de conscientização para a população.

Segundo Cunha em breve será realizado um novo mutirão com data a definir. “A proposta do projeto é que a vacinação antirrábica seja rotina no Posto de Saúde. Estamos em conversa com a coordenadora de epidemiologia da Secretaria de Saúde para que a vacinação seja feita um dia por semana, a partir de 2018”, revelou. O ‘Bichos do Capão’ criou uma vaquinha on-line para arrecadar verba exclusivamente para realizar as ações desejadas para 2018. Conheça e dê apoio a este projeto através do site https://www.vakinha.com.br/vaquinha/projeto-bichos-do-capao Vale ressaltar que toda a verba arrecadada na vakinha é revertida para as ações.

Por Adalício Neto / Jornal da Chapada

Jornal da Chapada

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios