CidadesCuriosidadesEditorialMenu Principal

Valmir viaja para Porto Alegre e reforça grupo da Bahia em defesa de Lula

valmir
Os deputados federais Valmir Assunção e Marcon durante ato em Porto Alegre nesta segunda | FOTO: Divulgação |

Uma série de manifestações marcou o início da semana em diferentes regiões do país em defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que será julgado em segunda instância nesta quarta-feira (24), em Porto Alegre (RS). Para se unir ao grupo da Bahia na cidade gaúcha, o deputado federal Valmir Assunção (PT-BA) desembarcou, nesta segunda-feira (22), para acompanhar a agenda de resistência e vigília com representantes de movimentos sociais, sindicais e populares.

“É um momento que a palavra de ordem é resistir. Como não há provas contra Lula, a única sentença para ele é a inocência. Qualquer outra decisão não será reconhecida. O povo brasileiro não reconhece o governo golpista e tampouco vai reconhecer uma decisão política contra Lula esta semana em Porto Alegre. Vamos lutar para que os direitos individuais do ex-presidente sejam preservados e ele seja candidato do PT para a eleição de 2018, pois o país necessita voltar à democracia, com o povo no centro”, frisa Assunção ao lado do deputado federal Marcon (PT-RS).

Para o parlamentar petista, a mobilização nacional é em defesa da democracia e por Lula ter o direito de ser candidato. Valmir também explica como será sua estadia no sul do país. “Nesta terça, dia 23, vai ter uma atividade com as mulheres e à tarde vai ter a reunião da bancada, já à noite vai ter a vigília e no dia 24 pela manhã é o julgamento. Neste dia eu vou para São Paulo participar de um ato na Paulista”, informa Valmir.

O deputado também disse que a população não vai aceitar mais perdas de direitos e que a conjuntura nacional e pesquisas apontam que o povo quer Lula como candidato. “Golpearam o mandato da presidenta Dilma Rousseff, retiraram os direitos da classe trabalhadora, e agora querem tirar o direito de Lula ser candidato, isso nós não vamos aceitar. A direita não conseguiu unificar seus partidos e apresentar para a sociedade um nome e aí querem tirar o direito de Lula ser candidato a presidente”, finaliza o deputado.

Jornal da Chapada

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios