Chapada: Seminário da SPM em Itaberaba divulga campanha de combate à violência contra a mulher

Postado em fev 8 2018 - 3:33pm por Jornal da Chapada
foto

Conforme informações da prefeitura de Itaberaba, o órgão estadual quer contar com um número maior de municípios engajados nessa luta | FOTO: Divulgação/Secom |

A cidade de Itaberaba, na Chapada Diamantina, recebeu na última quarta-feira (7) um seminário promovido pela Secretaria estadual de Políticas Públicas para as Mulheres (SPM) para massificar a campanha ‘Respeita as Mina’, de combate a violência e o assédio sexual. A SPM quer contar com um número maior de municípios engajados nessa luta. O evento aconteceu no Hotel Flor da Chapada e trouxe membros de Secretarias Municipais de Ação Social local e de cidades vizinhas. A linguagem utilizada na campanha pretende aproximar ainda mais todas as classes sociais e culturais dessa política de enfrentamento. O momento, período de carnaval, também é oportuno para abordagem.

Foi apresentado o projeto ‘Novos olhares, Novos Tempos’, que visa o fortalecimento e a ampliação das políticas públicas para as mulheres na Bahia. As representantes da SPM, Fabiana Rocha e Uyara Lopes, organizaram o evento. Itaberaba foi representada pela secretária de Ação Social, Lívia Oliveira, a equipe técnica do Centro de Referência de Atendimento à Mulher (CRAM) e do Centro de Referência Especializado de Assistência Social (Creas).

“Precisamos falar sobre isso, precisamos tratar disso, e enfrentar um problema, infelizmente ainda tão corriqueiro, que é a violência contra a mulher. Itaberaba conta com um órgão específico que trata dessas demandas (CRAM), mas isso não significa dizer que como cidadãos estamos isentos de responsabilidade. Cada um de nós pode contribuir um pouco e de algum jeito para diminuir, quem sabe um dia, acabar com a violência contra a mulher”, afirmou Lívia Oliveira.

O CRAM está de portas abertas, para prestar acolhida, acompanhamento psicossocial e orientação jurídica às mulheres em situação de violência (violência doméstica e familiar contra a mulher — sexual, patrimonial, moral, física, psicológica; tráfico de mulheres, assédio sexual; assédio moral; etc). Jornal da Chapada com informações de assessoria.

Sobre o Autor

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Deixe Uma Resposta

Você deve ser logando em para postar um comentário.