Chapada: Investimento do Governo do Estado vai ampliar a atividade apícola em Caém

Postado em maio 8 2018 - 10:18pm por Jornal da Chapada
foto sdr

A Associação dos Apicultores de Caém é um dos empreendimentos contemplados no edital de Apicultura e Meliponicultura do Bahia Produtiva | FOTO: Divulgação/SDR | 

Os apicultores do município de Caém, na Chapada Norte, passam a contar com mais investimentos. Nesta terça-feira (8), o Governo do Estado assinou convênio com a Associação dos Apicultores, no valor de R$ 256 mil, por meio do Bahia Produtiva, projeto executado pela Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (CAR), empresa da Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR). O evento aconteceu na Câmara de Vereadores do município. A expectativa é que a produção dos apicultores seja praticamente quadruplicada com os investimentos.

A Associação dos Apicultores de Caém é um dos empreendimentos contemplados no edital de Apicultura e Meliponicultura do Bahia Produtiva, que prevê investimentos de R$ 20 milhões para fortalecer a atividade apícola da agricultura familiar no estado. O resultado desses investimentos é traduzido na qualidade do mel produzido na Bahia. Segundo dados do Instituto Nacional de Geografia e Estatística (IBGE), o Estado da Bahia ocupa o 1º lugar na produção de mel da região Nordeste. No ranking nacional, a Bahia saltou do 7º para 3º lugar, com uma produção de mais de 4,5 mil toneladas por ano.

sdr

A expectativa é que a produção dos apicultores seja praticamente quadruplicada com os investimentos | FOTO: Divulgação/SDR |

Do ponto de vista do desenvolvimento rural, a apicultura é uma atividade ambientalmente correta e economicamente viável, pois seu processo produtivo reúne requisitos que dialogam diretamente com o desenvolvimento sustentável. “Fortalecer a apicultura significa ampliar a produção e a produtividade. Essa atividade é uma das mais rentáveis da agricultura familiar. Esse convênio vai ao encontro dessa perspectiva em Caém e no território do Piemonte da Diamantina, que já começa a mandar mel orgânico para o mercado internacional”, afirmou Wilson Dias, diretor-presidente da CAR.

O secretário de Agricultura e vice-prefeito de Caém, Osiris Ferreira, destacou que o convênio traz benefício a uma parcela de agricultores de um segmento diferenciado, que são os apicultores: “Será possível quadruplicar renda anual dos apicultores envolvidos. É muito importante para um município carente como Caém ter esse desenvolvimento agrícola, que vai gerar crescimento na economia do município”. De acordo com o presidente da Associação dos Apicultores da Caém, o convênio vai desenvolver o trabalho dos apicultores da associação: “Produzimos cerca de 4 toneladas de mel por mês e com a chegada desse investimento a expectativa é que chegue a 15 toneladas”. As informações são da SDR.

Sobre o Autor

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Deixe Uma Resposta

Você deve ser logando em para postar um comentário.