Chapada: Câmara de Vereadores de Seabra debate demandas do município durante sessão itinerante

Postado em set 12 2018 - 1:22pm por Jornal da Chapada

Lagoa da Boa Vista recebe a primeira reunião do município nesse formato | FOTO: Montagem do JC/Edilson Félix |

A Câmara de Vereadores de Seabra, município da Chapada Diamantina, realizou, na noite da última terça-feira (11), na comunidade de Lagoa da Boa Vista, sua segunda sessão ordinária de setembro. A iniciativa de percorrer os vários povoados da cidade uma vez por mês partiu do presidente da instituição, Marcos Pires Ferreira Vaz. “A ideia é aproximar a população das atividades da casa, ouvir a demanda de cada lugar e apresentar o papel dos vereadores”.

O local fica a 18 quilômetros da sede e foi tema de três indicações legislativas apresentadas na ocasião. Escrita pelo vereador Marcos Vaz, uma delas defende uma reforma geral no Mercado Municipal (conhecido como Barracão), o mesmo espaço que abrigou a sessão. As outras duas, lavradas, respectivamente, por Marcílio Luiz de Souza Oliveira e por Mário do Carmo Pinto, sugerem a pavimentação de ruas e avenidas da comunidade, e a construção de asfalto na estrada que liga a sede ao povoado.

Esses assuntos permearam toda a reunião. Na tribuna, o morador da localidade e professor Stênio Erson Santos afirmou que o último calçamento em Lagoa da Boa Vista foi efetuado há 18 anos – o que torna a pauta urgente. De acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), um terço das residências no Brasil estão situadas em ruas sem pavimento. O cidadão ainda aproveitou sua fala para discutir a pertinência do Lamparinas do Sertão, que, ao longo de 15 anos, desenvolve atividades como gincanas, espetáculos e oficinas de arte.

Segundo Stênio, o projeto só recebe ajudas pontuais, ou seja, as demandas da equipe não são supridas. Conhecedora de pedidos desse tipo, a Câmara votou em primeiro turno no projeto de lei Artistas da Nossa Terra, que propõe que 30% das atrações de eventos culturais realizados com financiamentos do Poder Público Municipal seja composto por artistas ou grupos locais.

Esse primeiro encontro itinerante foi reconhecido pela população, que, além de lotar o Mercado Municipal para prestigiar, questionar e criticar, condecorou a atitude dos vereadores por meio de um agradecimento escrito e emoldurado entregue ao presidente da instituição. As informações são de assessoria.

Sobre o Autor

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Deixe Uma Resposta

Você deve ser logando em para postar um comentário.