CidadesCuriosidadesEditorialMenu Principal

#Bahia: Suíca cumpre maratona no extremo sul e defende eleição de Rui e Haddad: “A luta não pode parar”

O candidato a deputado estadual Luiz Carlos Suíca com o deputado federal Valmir Assunção | FOTO: Jonas Santos |

O final de semana foi de correria para o vereador de Salvador e candidato a deputado estadual no pleito do próximo domingo (7 de outubro), Luiz Carlos Suíca (PT), por municípios da região extremo sul da Bahia. Junto com militantes do PT e do MST, o postulante a uma vaga na Assembleia Legislativa cumpriu agendas em Itamaraju, Jucuruçu, Teixeira de Freitas, Alcobaça, Medeiros Neto, Itanhém e Mucuri. “Foram atividades que envolveram acampados e assentados de reforma agrária, além de lideranças de movimentos sindicais, sociais e de luta por terra. Levamos mais dados da gestão de Rui Costa, que vai vencer a reeleição em primeiro turno, e de Fernando Haddad para presidente, que vai ser eleito também com a força do povo”, frisa Suíca.

O candidato a deputado estadual Luiz Carlos Suíca com a militância de Nova Constituinte em Salvador | FOTO: Divulgação |

As agendas no interior foram na sexta-feira (28) e no sábado (29). Já no domingo (30), o candidato petista cumpriu atividade em Salvador, com reuniões e caminhada em Nova Constituinte. “A luta não pode parar. Vamos seguir com as atividades esta semana para que possamos manter esse mesmo ritmo de campanha. Estamos na reta final e agora é momento de centrar as forçar para chegarmos bem no próximo domingo para o pleito. Rui ganhará e vamos levar Haddad para o segundo para vencer também. Haddad vence todos os candidatos no debate, vai ser nosso próximo presidente. Os governos estadual e federal serão novamente alinhados e vamos mudar a vida das pessoas no extremo sul e nas diversas regiões da Bahia”, descreve o parlamentar petista.

Suíca segue com atividades pelo estado e tem defendido bandeiras para os diferentes territórios. Ele salienta que ações de infraestrutura para assentamentos são prioridades, assim como os programas e projetos para educação, saúde e desenvolvimento do campo. Como historiador, o edil petista descreve que as eleições têm o poder de unificar e critica quem quer separar o país entre extremistas e liberais. “Não concordo com essa separação, mas se for para separar é bom que estejamos do lado certo da história. Vou defender as demandas do povo negro, das mulheres, dos sem-terra, da comunidade LGBTI+, da juventude e dos agricultores familiares. Seremos a voz do povo na Assembleia Legislativa da Bahia e contra o conservadorismo”, completa.

Jornal da Chapada

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios
Pular para a barra de ferramentas