SDE apresenta proposta do Governo do Estado para estudos de gás não convencional

Postado em nov 9 2018 - 11:00am por Jornal da Chapada

O evento foi organizado pelos membros da Alago e do Instituto de Geociências da Ufba | FOTO: Divulgação |

A exploração de fontes de gás não convencional (equivocadamente chamado de gás de xisto), foi um dos principais temas debatidos na 15ª edição do Congresso Latino-Americano de Geoquímica Orgânica (XV Alago – 2018), ocorrido em em Salvador entre os dias 4 e 7 deste mês. O evento foi organizado pelos membros da Alago e do Instituto de Geociências da Ufba.

A Secretaria de Desenvolvimento Econômico (SDE) foi representada pela diretora de Desenvolvimento de Negócios, Laís Maciel Lafuente, que apresentou a proposta do Governo do Estado de participação no Projeto Piloto Poço Transparente, feita em parceria com o Ministério de Minas e Energia (MME) e a Agência Nacional de Petróleo (ANP).

O objetivo deste projeto é conhecer o potencial de extração e quais os impactos ambientais associados a essa atividade. Estima-se que o Brasil possa se tornar um dos maiores produtores mundiais de gás não convencional.

Também participaram da XV Alago o secretário executivo de Petróleo, Gás e Biocombustíveis do MME, João Vicente Vieira; o gerente de Exploração de Ativos Terrestres em Outros Países da Petrobrás, Luiz Antônio Trindade Freitas; e a diretora do Instituto de Geociências da Ufba, Olívia Maria Cordeiro de Oliveira, além de representantes acadêmicos do MIT, Caltech e Stanford University, todas dos Estados Unidos. As informações são de assessoria.

Sobre o Autor

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Deixe Uma Resposta

Você deve ser logando em para postar um comentário.