Chapada: Diretor de escola em Itaetê morre em acidente; caso deixa população consternada

Postado em jan 14 2019 - 12:56pm por Jornal da Chapada



Ueliton Jesus Pereira chegou a ser socorrido para o hospital do município chapadeiro, mas não resistiu aos ferimentos | FOTO: Reprodução/Facebook |

O diretor de uma escola municipal em Itaetê, na Chapada Diamantina, Ueliton Jesus Pereira, morreu em um acidente de carro na noite do último domingo (13). A população local está consternada e utiliza publicações em redes sociais para se despedir do educador. De acordo com dados apurados pelo Jornal da Chapada, Pereira retornava de uma festa de cavalgada no povoado de Quemadinha, zona rural de Marcionílio Souza, quando capotou o carro que dirigia. Ele chegou a ser socorrido para o hospital do município chapadeiro, mas não resistiu aos ferimentos.

Ueliton deixa mulher e uma filha. Ainda segundo dados, o diretor dirigia um veículo Renault Duster e perdeu o controle da direção numa curva entre Marcionílio Souza e Itaetê. O professor e diretor do Centro Educacional Flávio José de Oliveira era bastante querido em Itaetê e sua morte causou consternação e grande comoção. O prefeito Valdes Brito (PT) lamentou o falecimento de Pereira e decretou luto na cidade. Estudantes, amigos e familiares emitiram pesar em diferentes publicações.

“Sem palavras para descrever o homem que você era meu amigo, seu carinho, atenção a brincadeiras, o incentivo ao nosso time, a garra e determinação que o senhor tinha serão inesquecíveis – estará sempre na minha memória. Um ótimo amigo – sempre me ajudou tanto no colégio quanto fora dele, os conselhos que não foram poucos os puxões de orelha que eu sei que eram para o meu bem, vai em paz meu professor, fica com Deus!”, escreveu Samuka Alves em rede social.

Outros inúmeros relatos são vistos no perfil do professor chapadeiro (veja aqui). “Não preciso entender nada, quando as decisões são divinas. Deus determinou que partisse e nos deixasse de tal modo. Mesmo a tristeza e a inquietude da perda, não deixar-me-á abatido, porque tudo que me recordo e todas as lembranças que me ocorrem diz muito sobre um homem bom, um profissional extremamente responsável e, sobretudo, um ser humano que sabia sorrir de verdade com seus amigos, colegas e parceiros”, aponta trecho de texto publicado por Mariomar Oliveira da Cruz.

Jornal da Chapada

Publicação do prefeito de Itaetê

Sobre o Autor

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Deixe Uma Resposta

Você deve ser logando em para postar um comentário.