#Urgente: Barragem da Vale se rompe no município de Brumadinho em Minas Gerais

Postado em jan 25 2019 - 1:51pm por Jornal da Chapada

Barragem de rejeitos da mineradora da Vale se rompe e atinge Brumadinho, em Minas Gerais – Divulgação-Corpo de Bombeiros | FOTO: Divulgação/Corpo de Bombeiros |

A Barragem da Mina Feijão se rompeu na cidade de Brumadinho, próxima a Belo Horizonte, nesta sexta-feira (25). As informações preliminares foram dadas pela Defesa Civil. Uma equipe com técnicos está se dirigindo ao local para avaliar a situação. A Vale do Rio Doce, empresa responsável pela barragem, divulgou nota sobre o caso.

“As primeiras informações indicam que os rejeitos atingiram a área administrativa da companhia e parte da comunidade da Vila Ferteco. Ainda não há confirmação se há feridos no local. A Vale acionou o Corpo de Bombeiros e ativou o seu Plano de Atendimento a Emergências para Barragens”, informou a empresa. Os bombeiros avaliam que ao menos 200 pessoas estão desaparecidas.

Segundo a empresa, a prioridade é “preservar e proteger a vida de empregados e de integrantes da comunidade”. O comunicado não explica a causa do rompimento. A prefeitura lançou um comunicado em sua conta no Instragram pedindo que os moradores fiquem longe do leito do Rio Paraopeba.

Vale admite possibilidade de vítimas
A mineradora Vale do Rio Doce divulgou nova nota sobre o rompimento da barragem. A empresa admitiu a possibilidade de vítimas no episódio. “Havia empregados na área administrativa, que foi atingida pelos rejeitos, indicando a possibilidade, ainda não confirmada, de vítimas”. Até o momento, nenhum órgão público confirmou mortes no local.

Segundo o comunicado da mineradora, parte da comunidade da Vila Ferteco também foi atingida. O grupo não explicou ainda as causas do acidente. A nota confirmou que o Corpo de Bombeiros e a Defesa Civil seguem no local realizando o resgate das pessoas. Da Agência Brasil.

Vídeos divulgados

Publicação da prefeitura

Sobre o Autor

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

1 Comentário Sinta-se livre para participar desta conversa.

Deixe Uma Resposta

Você deve ser logando em para postar um comentário.