Chapada: Prefeitura de Nova Redenção reforma Casa de Estudantes em Salvador para ampliar vagas

Publicidade
Postado em fev 18 2019 - 6:40pm por Jornal da Chapada

A ARE aponta que o sucesso da busca é um reflexo da mudança de pensamento e também das oportunidades concedidas à juventude de Nova Redenção | FOTO: Divulgação/Ascom |

Após reabrir a Casa de Estudantes de Nova Redenção localizada em Salvador, em 2017, a administração ‘Governo da Reconstrução’, da prefeita do município na Chapada Diamantina, Guilma Soares (PT), segue com investimentos em uma reforma para garantir ampliação do número de vagas na residência estudantil. Segundo informação da Associação Redençoense dos Estudantes (ARE), a procura por vagas na casa em 2019 foi a maior registrada ao longo de 20 anos. A ARE aponta que o sucesso da busca é um reflexo da mudança de pensamento e também das oportunidades concedidas à juventude de Nova Redenção.

“Sem nenhuma dúvida, o sucesso da Casa de Estudantes é, hoje, consequência de muito investimento e atenção política à nossa juventude ao longo desses anos. Há pouco tempo atrás, era impensável estudantes, que hoje ocupam uma vaga nas universidades públicas e privadas na capital baiana, filho de trabalhadores e trabalhadoras da nossa cidade, estudantes da zona rural e urbana na Universidade”, disse a ARE em nota oficial.

Ainda de acordo com a nota da associação estudantil, “sem o investimento da prefeitura, o sonho de conquistar uma vaga na universidade não seria possível. Mas de quase nada adiantaria se os governos Lula e Dilma não tivessem ampliado significativamente as possibilidades da nossa juventude pobre de entrar numa universidade”.

Este slideshow necessita de JavaScript.

A ARE elenca algumas das melhorias e ações dos governos petistas que contribuíram para esse crescimento no acesso ao ensino superior. “A reestruturação e expansão das Universidades Federais (Reuni), a reestruturação do Programa Universidade para todos (Prouni), o aumento do Financiamento Estudantil (Fies), o ‘Educa mais Brasil’, as cotas, o investimento em todo ensino médio a exemplo dos Institutos Federais, mais especificamente, o Campus Catu que ao longo desses anos tem recebido muitos estudantes de nossa cidade [são algumas dessas ações]”, finalizou a nota.

Com essa reforma na Casa, serão abertas 22 vagas. O processo seletivo será realizado sob coordenação da própria associação, somente com apoio da prefeitura, como forma de garantir a democracia e transparência no processo de ingresso de novos jovens estudantes. Jornal da Chapada com informações de assessoria.

Sobre o Autor

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Deixe Uma Resposta

Você deve ser logando em para postar um comentário.