#Carnaval: Cuidados para evitar lesões durante a folia; aprenda como proteger os pés

Publicidade
Postado em fev 27 2019 - 7:55pm por Jornal da Chapada

Fisioterapeuta da clínica de Atenção Integral à Saúde da Central Nacional Unimed ensina como proteger os pés, quadril, joelhos e tornozelos | FOTO: Divulgação |

É Carnaval em Salvador; turistas e baianos já botaram o bloco na rua, aproveitando as atrações que fazem a festa antes da abertura oficial do reinado de momo. Por isso, é preciso ter alguns cuidados com os pés, joelhos, quadril e coluna, para evitar danos à saúde. E haja energia para pular, dançar e caminhar muito. Especialistas da Central Nacional Unimed alertam que tanto os foliões quanto as pessoas que trabalham durante Carnaval e eventos carnavalescos devem ficar atentos, protegendo os pés, a coluna e as articulações.

É preciso ter atenção redobrada na hora de escolher o calçado, evitando chinelos e sandálias rasteirinhas. “Eles não protegem os pés das irregularidades do solo e não têm o amortecimento necessário, para diminuir a sobrecarga articular ascendente”, a dica é do fisioterapeuta Bruno Moitinho, da clínica de Atenção Integral à Saúde da Central Nacional Unimed em Salvador. O melhor é não usar salto alto, nem mesmo os do tipo plataforma, para evitar torções nos joelhos e tornozelos. “Um passo em falso, em um salto alto, pode gerar uma lesão no tornozelo, por exemplo”, alerta o fisioterapeuta.

Além disso, vale lembrar que permanecer longos períodos em pé, caminhando e dançando de salto alto, exige muito da musculatura e da articulação do joelho e do quadril. Para quem vai curtir o Carnaval na praia, todo cuidado é pouco com a areia fofa. “Irregular ela pode causar quedas e torções, além de exigir muito do joelho, quadril e do coração”, ressalta o especialista.

Atrás do trio elétrico
Para os foliões que vão brincar em blocos e terão de pular e dançar atrás do trio elétrico durante horas, a dica é fazer uma preparação muscular prévia, para que os joelhos e quadris suportem tamanha exigência. “A preparação física prévia é fundamental, assim como o cuidado com pisos irregulares e escorregadios, para evitar quedas e torções”, enfatiza Bruno Moitinho.

Os foliões e também quem trabalha durante a folia momesca devem controlar e respeitar seus limites, cuidando do corpo e da mente. “Afinal após o Carnaval, a vida segue seu fluxo e os cuidados com a saúde são importantes em todas as épocas do ano”, ensina o especialista.

Dicas para quem vai brincar
– Escolha o calçado adequado, tênis ou calçados ortopédicos.
– Prefira meias confortáveis e leves; as de algodão são as melhores porque absorvem suor e protegem o pé de fungos e bactérias.
– Também preste atenção ao elástico da meia, que não deve apertar os pés ou as pernas.
– Prepare sua musculatura, principalmente coluna, abdômen, quadril e joelhos.
– Corte as unhas retinhas e não muito curtas, se a unha estiver encravada, recorra a um profissional especializado, antes da folia, para não piorar o quadro (uma unha dolorida muda a biomecânica da pisada e sobrecarrega até a coluna).
– Limpe e proteja os pés. Para quem transpira muito, é recomendado se valer de antissépticos e caprichar na higienização dos sapatos (fechados ou abertos).
– Não use o mesmo sapato em todos os dias de festa e deixe-os ao sol sempre que possível, depois de higienizá-los.

Para quem vai trabalhar
– Todos os cuidados anteriores
– O descanso, assim como o preparo físico é fundamental para suportar a longa e intensa jornada de trabalho.

Sobre o Autor

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Deixe Uma Resposta

Você deve ser logando em para postar um comentário.