Centro Gemológico promove primeira Mostra de Joalheria no Centro Histórico de Salvador

Postado em mar 11 2019 - 7:00pm por Jornal da Chapada

A ideia da mostra é popularizar a riqueza mineral da Bahia, fomentar o segmento de gemas e joias e divulgar o trabalho dos novos joalheiros | FOTO: Divulgação/Marcelo Ferrão |

O Centro Gemológico da Bahia (CGB) vai promover a I Mostra de Joalheria, entre os dias 12 e 22 de março, com visitação gratuita, das 9h às 17h, dos trabalhos de ex-alunos, que terão a oportunidade de expor e vender suas joias, adornos e pedras lapidadas. O órgão, ligado à Secretaria de Desenvolvimento Econômico (SDE), fica na Ladeira do Carmo, no Centro Histórico, um dos principais pontos turísticos de Salvador. Além da mostra, será promovido ainda o concurso Joia da Bahia, no qual os visitantes poderão escolher o melhor joalheiro do evento.

De acordo com Mônica Correa, coordenadora do Centro, a ideia da mostra é popularizar a riqueza mineral da Bahia, fomentar o segmento de gemas e joias e divulgar o trabalho dos novos joalheiros. “É importante que se promovam ações para divulgar um segmento que fomenta emprego e renda no estado. A produção da joalheria artesanal conta ainda com a força da identidade cultural baiana, que pode e deve ser incorporada ao trabalho do artesão”, afirma.

“O Centro Gemológico é um polo fomentador para o setor, por meio de cursos voltados à capacitação em joalheria e lapidação e que, inclusive, se destaca nacionalmente por sua qualidade técnica. A promoção de um evento como esse mexe tanto com a geração de renda quanto com a parte social, já que dá visibilidade aos profissionais formados na casa”, diz o vice-governador e secretário de Desenvolvimento Econômico, João Leão.

O CGB, em parceria com o SENAI, promove cursos de formação e aperfeiçoamento profissional em joalheria, visando formar, qualificar, especializar e certificar profissionais para o setor joalheiro, de modo a facilitar o acesso de mão-de-obra para um mercado produtivo que necessita de ampliação e modernização, como forma de apoiar ao segmento de Gemas e Joias no estado da Bahia.

A Bahia é reconhecida como um dos maiores produtores brasileiros de gemas e metais preciosos, com uma grande variedade de pedras coradas em seu subsolo, ocupando o segundo lugar no ranking nacional de exploração de gemas. Sua riqueza gemológica consiste em belíssimos exemplares de diamante, esmeralda, ametista, citrino, quartzo rutilado, turmalina, água marinha e apatita, entre outros. As informações são da SDE.

Sobre o Autor

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Deixe Uma Resposta

Você deve ser logando em para postar um comentário.