Chapada: Jovens mulheres atuam como ajudantes de pedreiro em Jacobina e superam preconceitos

Postado em mar 13 2019 - 3:35pm por Jornal da Chapada

“Lugar de mulher é onde ela quiser”, resumem as trabalhadores Franciele e Liliane | FOTO: Divulgação/Tribuna Regional Bahia |

A presença de duas jovens trabalhando como ajudantes de pedreiro em uma obra da prefeitura de Jacobina, na Chapada Norte, tem sido o exemplo da garra e a vontade de vencer da mulher brasileira. Franciele Nascimento tem 23 anos e é mãe de dois filhos. Antes de ser servente de obra, trabalhou como vendedora em uma loja no comércio local.

Ela disse que algumas pessoas até estranham ao lhe verem como ajudante na construção civil. Mesmo assim, não se importa, pois precisa vencer o desemprego em uma cidade que não oferece muitas oportunidades.

Trabalhando junto com Franciele está a sua colega Liliane Silva, de 25 anos, e também mãe, de um filho. Ela revela que no começo não levou muito a sério a possibilidade de fazer esse tipo de trabalho, mas que agora encara como uma coisa séria. “Temos que abraçar as oportunidades”, disse Liliane.

Mesmo num ambiente que é composto prioritariamente de homens, elas garantem que são tratadas sempre com muito respeito pelos colegas, apesar do machismo que ainda é muito presente na sociedade. Quanto ao trabalho na obra, elas resumem com uma frase. “Lugar de mulher é onde ela quiser”. Jornal da Chapada com informações de Tribuna Regional Agora.

Sobre o Autor

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Deixe Uma Resposta

Você deve ser logando em para postar um comentário.