CidadesCuriosidadesEditorialMenu Principal

Foco é atrair investimentos que gerem emprego, diz Rui Costa sobre missão internacional

A viagem teve passagens pelos Estados Unidos e China e rendeu acordos que vão atrair mais de US$ 7,4 bilhões em investimentos para a Bahia | FOTO: Carol Garcia/GOVBA |

Em almoço com profissionais da imprensa baiana, nesta segunda-feira (20), o governador Rui Costa contou detalhes da 6° missão internacional, realizada entre 5 e 16 de maio. A viagem teve passagens pelos Estados Unidos e China e rendeu acordos que vão atrair mais de US$ 7,4 bilhões em investimentos para a Bahia. A maior parte do montante será aplicada pela chinesa Easteel em um projeto de desenvolvimento integrado, com a geração de 30 mil empregos diretos.

“Volto com boas notícias para a Bahia. São vários investimentos anunciados. Um deles será um complexo com indústria siderúrgica, fábrica de cimento e geração de energia. Também temos a ampliação dos investimentos em energia solar e eólica, além de uma fábrica nova de ácido sulfúrico no Polo Petroquímico de Camaçari. Vamos trabalhar para acelerar o início desses projetos, para que a gente possa gerar empregos e dar vida digna às pessoas”, afirmou o governador.

Durante o almoço, realizado na Governadoria, em Salvador, Rui também comentou o andamento do processo para a construção do Veículo Leve de Transporte (VLT), que ligará o Comércio, em Salvador, até a Ilha de São João, em Simões Filho. Na China, o governador se reuniu com membros da empresa Build Your Dreams (BYD), que forma, juntamente com a Metrogreen, o consórcio Skyrail Bahia, cujo contrato com o Governo do Estado foi assinado em fevereiro deste ano.

“Nós discutimos [com a BYD] o calendário e os detalhes de implantação do projeto, que eles devem me entregar até o fim desta semana para ser aprovado. A estimativa é que eles possam iniciar as obras do VLT já nesse segundo semestre. Aproveitando a oportunidade, nós também conversamos sobre a possibilidade deles implantarem alguma unidade produtiva da Bahia para a produção de placas solares”, disse.

EUA
A missão foi iniciada em Washington, no dia 8, quando Rui assinou um memorando de entendimentos com a Forever Oceans, que pretende investir US$ 60 milhões na criação de peixes na costa de Ilhéus. Já no dia 10, ele esteve com representantes da Unigel e da General Electric (GE) em Nova York.

Segunda maior petroquímica do país, a Unigel anunciou que vai investir US$ 90 milhões em uma unidade de produção de ácido sulfúrico no Polo Industrial de Camaçari. Enquanto a GE apresentou ao governador um projeto para fabricação de aerogeradores mais modernos, também no Polo de Camaçari, a fim de suprir demandas nacionais e internacionais.

Ainda nos EUA, Rui dialogou sobre financiamentos com o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) e o Banco Mundial para a ampliação de programas nas áreas de tecnologia, educação, abastecimento de água e saúde, como a segunda fase do Programa de Fortalecimento do SUS (PROSUS) na Região Metropolitana de Salvador (RMS).

China
Na segunda etapa da missão, o governador desembarcou em Pequim. No domingo (12), ele conheceu a tecnologia empregada pela Face Plus Plus no reconhecimento facial. A empresa também revelou interesse em participar da licitação do Governo do Estado que visa à contratação do serviço para a área de segurança em 55 cidades baianas.

No dia 13, Rui assinou um memorando de entendimento com a Easteel. A empresa pretende investir US$ 7 bilhões na construção de um grande parque industrial integrado, composto por siderúrgica, usina de energia e diversas unidades fabris, além da revitalização do Porto de Aratu e da construção de uma cidade inteligente nas proximidades do parque industrial.

Também no dia 13, em Pequim, a China Communications Construction Company (CCCC) e a China Railway Group Limited (Crec) confirmaram ao governador o interesse em participar da licitação para construção da Ponte Salvador-Itaparica e execução do Sistema Viário Oeste (SVO).

Já em Shenzhen, no dia 14, Rui apresentou no Fórum Smart City, um dos mais importantes eventos de tecnologia do mundo, a experiência exitosa do Governo do Estado no projeto de reconhecimento facial. Ainda no dia 14, ele utilizou as redes sociais para anunciar que a chinesa CGN Energy International Holdings investirá US$ 243 milhões em energia solar e eólica na Bahia. Encerrando a missão, na última quarta-feira (15), o governador discutiu ajustes com a BYD para a conclusão do projeto conceitual do VLT.

Jornal da Chapada

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios
Pular para a barra de ferramentas