CidadesCuriosidadesEconomiaMenu Principal

#Brasil: Tomada de três pinos vira alvo das reformas do governo Bolsonaro; deputada faz enquete

O padrão, obrigatório desde 2011, é uma “excrescência” e sua revogação não deve ser vista como algo meramente folclórico, aponta o secretário especial de Produtividade e Competitividade, Carlos Alexandre da Costa | FOTO: Montagem do JC |

Após anunciar o fim do horário de verão, modificar as leis de trânsito, incluindo a exigência de cadeirinha para crianças no banco traseiro, o governo do presidente Jair Bolsonaro já tem uma nova medida a ser implementada: revogar o uso da tomada de três pinos, também chamada, por diversos assessores presidenciais, de “tomada do PT”. As informações são do Valor Econômico. “A sociedade brasileira, com toda legitimidade, rejeitou a tomada de três pinos”, disse ao jornal Valor Econômico o secretário especial de Produtividade e Competitividade, Carlos Alexandre da Costa, que tem impulsionado as discussões.

O padrão, obrigatório desde 2011, é uma “excrescência” e sua revogação não deve ser vista como algo meramente folclórico, segundo Costa. “Não é só um tema técnico. É um tema que afeta a segurança, a concorrência e a produtividade”. A nova mudança tem esbarrado em resistência dos técnicos. Uma análise de impacto regulatório, feita por servidores do Inmetro, teria sido desfavorável a mais uma substituição dos plugues e tomadas no Brasil. Ainda assim, segundo a presidente do Inmetro, Ângela Flores Furtado, é “tecnicamente viável a disponibilidade de outro padrão internacional de tomada”.

“Hoje existem no mundo 110 diferentes configurações de padrões adotados. Flexibilizar a adoção de outro padrão de tomada preferido pelo consumidor, de acordo com a melhor aderência aos plugues de seus equipamentos eletroeletrônicos, pode ser considerado”, disse Ângela ao Valor, por meio da assessoria.

A deputada Joice Hasselmann e o presidente Bolsonaro | FOTO: Divulgação |

Deputada faz enquete
A líder do governo Bolsonaro na Câmara, deputada federal Joice Hasselmann (PSL-SP) propôs no Twitter uma enquete da antiga reivindicação dos eleitores de Bolsonaro: o fim da tomada de três pinos. “Governo quer acabar com o modelo TOMADA de TRÊS PINOS adotado desde 2011. Você concorda?”, indagou a deputada, que contou com mais de 56 mil votos nesta segunda-feira – 63% favoráveis ao fim do terceiro pino na tomada.

A proposta, no entanto, já tomou uma invertida de pronto. Identificando-se como eletricista, Gerson Constante comentou que a tomada de três pinos garante máxima segurança e perfeito acoplamento. “A tomada de dois pinos só serve para plugar no teu fucinho”, completou. Com informações do site Valor e da Revista Fórum.

Jornal da Chapada

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios
Pular para a barra de ferramentas