CidadesCuriosidadesMenu PrincipalMundo

#Polêmica: “Cala a boca, Magda das milícias”, dispara Ciro sobre comentários de Bolsonaro

O pedetista, candidato à presidência nas eleições 2018, reproduziu o bordão de Caco Antibes (Miguel Falabella) no programa humorístico ‘Sai de Baixo’, da TV Globo | FOTO: Montagem do JC/Divulgação |

Paulista radicado em Sobral (Ceará), Ciro Gomes (PDT) chamou Jair Bolsonaro (PSL) de “Magda das milícias” após declarações do presidente da República sobre o Nordeste. Na última sexta (19), um áudio vazado após encontro com jornalistas estrangeiros flagrou conversa do pesselista com Onyx Lorenzoni, chefe da Casa Civil. No diálogo, o presidente usa termo preconceituoso e ofensivo ao citar o governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB). “Desses governadores de ‘paraíba’, o pior é o do Maranhão. Não tem que ter nada com esse cara”, disse.

“Cala a boca, Magda das milícias!”, escreveu Gomes, no Twitter. O pedetista, candidato à presidência nas eleições 2018, reproduziu o bordão de Caco Antibes (Miguel Falabella) no programa humorístico ‘Sai de Baixo’, da TV Globo. O personagem mandava a mulher, Magda (Marisa Orth), fechar o bico quando ela se atrapalhava com as palavras e cometia gafes. Ciro Gomes enumerou outras recentes declarações de Bolsonaro, como “não existe fome no Brasil”, “privilegiar o filho” (Eduardo Bolsonaro, escolhido pelo pesselista para ser embaixador do Brasil em Washington, nos EUA) e o ataque à jornalista Miriam Leitão.

Sobre o termo “paraíba”, o pedetista saiu em defesa de Flávio Dino, “um dos melhores governadores”, e classificou a postura do presidente como “perseguição ao povo de um estado”. Em entrevista à revista Época, Flávio Dino afirmou que estuda acionar a Procuradoria-Geral da República (PGR) para denunciar Bolsonaro por racismo. Ele também espera uma retratação do presidente. As informações são do site Metrópoles.

Vídeo do presidente falando sobre o Nordeste

Jornal da Chapada

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios
Pular para a barra de ferramentas