CidadesCuriosidadesEconomiaMenu Principal
Trending

Chapada: Espaço de descarte de resíduos sólidos passa por requalificação no município de Itaberaba

Segundo a prefeitura, as melhorias estruturais vão impactar diretamente na vida das pessoas que tiram o seu sustento catando material reciclável.

O local onde é realizado o descarte de resíduos sólidos em Itaberaba, na Chapada Diamantina, que fica localizado às margens da BA-046, passou por uma requalificação realizada pela administração municipal ‘Cidade de Todos’, do prefeito Ricardo Mascarenhas (PSB). Segundo a gestão, as melhorias estruturais vão impactar diretamente na vida das pessoas que tiram o seu sustento catando material reciclável, em especial, os membros da Associação dos Catadores de Materiais Recicláveis de Itaberaba.

As melhorias vão ser realizadas em duas etapas. A primeira foi a construção de uma portaria com guarita, com a limpeza geral, acabando com mau-cheiro e as moscas, além da ordenação dos locais de descarte, separando o lixo doméstico e demais resíduos por categorias.

A segunda etapa das melhorias já está em andamento e vai consistir no trabalho de humanização das pessoas que vivem da reciclagem, com a construção de um galpão coberto para melhorar o processo de coleta seletiva dos materiais, e de sanitários, além da aquisição de Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) para as 32 famílias que integram a Associação de Catadores de Materiais Recicláveis de Itaberaba.

“Antes da nossa intervenção, o local era completamente insalubre, com mau-cheiro, insetos, animais e mato. Com a nossa ação, limpamos o espaço e ordenamos a distribuição dos descartes, estabelecemos o horário de funcionamento, além de fiscalizar e controlar os descartes. Além disso, vamos oferecer, em breve, cursos de capacitação para a Associação de Catadores”, explicou Zé Francisco, que lidera a Secretaria Municipal de Administração, Modernização e Informação (Secad).

Ele pontua, ainda, que “as melhorias integram as ações da gestão Cidade de Todos, com o objetivo de promover a geração de emprego e renda, associada ao combate de um dos maiores desafios enfrentados por toda a humanidade, no início do século XXI, que consiste em encontrar um destino apropriado para os diferentes tipos de resíduos produzidos pelo homem”, completou o secretário.

A Política Nacional de Resíduos Sólidos foi aprovada em 2010 e determinou que todos os “lixões” do país deveriam ter sido fechados até 2 de agosto de 2014 e o rejeito (aquilo que não pode ser reciclado ou reutilizado) encaminhado para aterros sanitários adequados. O PL 2289/2015 — que prorroga o prazo alterando a Lei de Resíduos Sólidos — ainda tramita no Congresso Nacional, aguardando Pauta no Plenário da Câmara, já tendo sido aprovado no Senado. Jornal da Chapada com informações de assessoria.

Jornal da Chapada

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios
Pular para a barra de ferramentas