CidadesCuriosidadesEconomiaMenu Principal
Trending

Chapada: Motoristas reclamam das péssimas condições da BR-242 que corta municípios da região

Os condutores relatam a falta de segurança da via e os constantes assaltos que têm gerado desconforto dos turistas e dos moradores.

Inúmeros buracos e assaltos constantes. Foi assim que os motoristas que trafegam na BR-242, estrada federal que corta municípios da Chapada Diamantina, sintetizaram a situação que se encontra a via. Quem vai para a região atrás de turismo pode voltar para seu local de origem com inúmeros prejuízos. Foi assim com Vinícius de Oliveira Evangelista, que levou um grupo de turistas de Salvador para o Vale do Pati. Evangelista relata que a viagem de ida foi tranquila, saiu no dia 14 de novembro e retornou no dia 18.

Entretanto, na volta, durante a noite, ele caiu em um buraco e perdeu um dos pneus do Fiat/Doblô que levava seis pessoas. “Trabalho fazendo ‘transfer’. Sou de Salvador e fui realizar uma viagem para o Vale do Pati no dia 14 de novembro voltando no dia 18 e cai no buraco por volta das 20h50. Tinha um pneu reserva em cima do carro. Estava levando seis pessoas, comigo sete, quando caí no buraco. Parei para ver o que tinha acontecido e me deparei com o problema. Infelizmente perdi meu pneu. Vou comprar um novo no valor de R$280. O que eu perdi estava zero”, disse Vinícius em contato com o Jornal da Chapada.

Veja mais fotos

Este slideshow necessita de JavaScript.

Outros motoristas foram consultados e todos, de forma uníssona, falaram das péssimas condições da BR-242. “De Itaberaba até a entrada de Rafael Jambeiro são verdadeiras crateras que põem em risco quem trafega pelo local, sem falar no perigo dos constantes assaltos”, relata uma motorista que preferiu não se identificar. Em publicações em redes sociais, a cobrança continua por segurança. “O povo quer saber quando a polícia vai tomar medidas enérgicas para acabar com os assaltos a viajantes nas estradas da região de Itaberaba e cidades circunvizinhas. Até quando o cidadão de bem vai ter de aguardar até que possa trafegar em segurança?”, questiona o internauta Parisio Ferreira.

A população está aterrorizada com os frequentes casos de assaltos e violência, segundo relatos encaminhados ao Jornal da Chapada. “Estamos sem a liberdade de ir e vir. Não há mais nenhum horário do dia ou da noite em que possamos sentir segurança para fazermos uma viagem. Os assaltos estão ocorrendo em plena luz do dia. Fica aqui um apelo para que as autoridades competentes das cidades da Chapada se unam e tracem planos para que juntas possam combater a ação de bandidos que estão tirando a paz e a liberdade da população da região e de todos que trafegam por nossas estradas”, completa Ferreira, que é morador de Itaberaba.

Jornal da Chapada

Jornal da Chapada

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios
Pular para a barra de ferramentas