Pular para a barra de ferramentas
CidadesCuriosidadesEditorialMenu Principal
Trending

#Polêmica: Desembargadora afastada do cargo é tia do presidente da Assembleia Legislativa da Bahia

Maria da Graça era candidata à presidência do Tribunal de Justiça da Bahia.

A desembargadora Maria da Graça Osório Pimentel Leal, segunda vice-presidente do Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA), foi afastada do cargo por 90 dias no âmbito da operação da Polícia Federal (PF) que apura a venda de decisões por juízes e desembargadores do estado.

Maria da Graça era candidata à presidência do TJ-BA. A eleição estava marcada para esta quarta (20), mas foi cancelada por causa da operação Faroeste. Ela é tia do deputado estadual Nelson Leal (PP), presidente da Assembleia Legislativa da Bahia (Alba).

Maria da Graça é irmã do pai de Nelson, Emerson Leal, que foi prefeito da cidade de Livramento de Nossa Senhora, no sopé da Chapada Diamantina. Nos corredores da Alba, o que não falta é gente dizendo que “a operação vai atingir em cheio os coronéis baianos”.

A desembargadora Maria da Graça era a 2ª vice-presidente do TJ-BA e tem 57 contas bancárias. Ela foi afastada da função na operação da PF, e dados apontam que movimentou R$ 13,3 milhões desde 2013, parte sem origem/destino. Jornal da Chapada com informações do site O Antagonista.

Leia também

PF deflagra operação contra venda de decisões judiciais na Bahia; presidente do TJ e mais 5 magistrados são afastados

Candidata à presidência do TJ-BA Maria da Graça também é afastada pela Justiça após operação da PF

Jornal da Chapada

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios