CidadesCuriosidadesEconomiaMenu Principal
Trending

Chapada: Lençóis terá reforma de quatro importantes atrativos históricos; obras no Mercado Cultural já começaram

A prefeitura de Lençóis iniciou, em fevereiro, a tão esperada reforma do Mercado Cultural - um dos principais atrativos históricos da cidade chapadeira.

A prefeitura de Lençóis, na Chapada Diamantina, fará reformas em pelo menos quatro importantes atrativos históricos do município. Começou em fevereiro, por exemplo, a tão esperada reforma do Mercado Cultural, um dos principais atrativos históricos da cidade. Além da recuperação do madeiramento do telhado e da parte elétrica, o Mercado ganhará uma estrutura interna nova para abrigar Feira de Artesanato, Roda de Capoeira, palco para pequenos shows e apresentações culturais diversas, e também uma área para oficinas e palestras.

O projeto contempla ainda acessibilidade para pessoas com dificuldade de locomoção e um ponto comercial onde deve funcionar uma cafeteria. O investimento é de mais de R$555 mil e será custeado pelo Fundo de Preservação do Patrimônio Histórico e Cultural (Funapatri). Vale ressaltar que esse fundo, destinado à recuperação de lugares históricos e culturais, esteve parado por quase 20 anos.

“Esse dinheiro, que pertence a Lençóis, estava parado em uma conta da Caixa há mais de 17 anos. Quando assumimos, reativamos o Conselho do Funpatri e foram muitas e muitas reuniões até chegar a esse ponto das reformas. Enquanto muitos falam, mas não entendem como se faz a gestão de uma cidade, nós trabalhamos e mostramos resultado”, comenta o prefeito Marcos Airton, o popular Marcão (PRB).

Este slideshow necessita de JavaScript.

Devido aos esforços do gestor e da secretária municipal de Turismo e Cultura, Roberta Ferraz, eleita presidente do Funpatri pelos conselheiros, foi possível acessar a verba para a cidade chapadeira, que é tombada pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan). Para que a prefeitura pudesse aplicar as verbas e iniciar as obras, era necessário compor o Conselho do Funpatri, onde são decididas as obras prioritárias para atuação e muitos outros detalhes. Um processo democrático e burocrático que envolveu mais de cinco órgãos municipais, estaduais e federais.

Foi preciso mobilizar representantes, por exemplo, do Iphan, Ipac, Ministério da Cultura, das secretarias municipais de Administração, Finanças e de Turismo e Cultura, além de diversos representantes da sociedade civil. “Precisamos agradecer aos esforços de cada conselheiro que doou seu tempo em prol de Lençóis. O processo foi cansativo e demorado, estivemos desde fevereiro de 2018 nos reunindo, mas os resultados farão valer a pena. Avançamos o que em 17 anos de retrabalho e retrocesso, os grupos anteriores não conseguiram. Uma boa administração pública só acontece com empenho, seriedade e envolvimento da sociedade. É nisso que acreditamos”, comemora a secretária Roberta Ferraz.

Após diversas reuniões, muitas com duração de mais de três horas, foi possível chegar a um plano de ação para o Funpatri que inclui a reforma do Mercado Cultural, Antigo Prédio da prefeitura – onde será instalado um Museu da cidade, além da Casa do Patrimônio, na Rua da Baderna, onde funcionará o escritório regional do Iphan, balaustrada, lampiões, entre outros equipamentos de importância para a história e cultura de Lençóis. Com informações de assessoria.

Jornal da Chapada

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios
Pular para a barra de ferramentas