Pular para a barra de ferramentas
CidadesCuriosidadesMenu PrincipalPolíticaTop
Trending

#Chapada: Rui explica protocolo de retorno das aulas, responde perguntas do jornal e se esquiva sobre candidatura a presidente

O chefe do Executivo descarta a anulação do ano letivo e diz que a retomada das atividades escolares atenderá protocolos assim como foi na retomada da economia.

Durante entrevista especial para a imprensa das regiões da Chapada Diamantina e Irecê, nesta segunda-feira (10), o governador Rui Costa (PT) respondeu a várias perguntas. E o Jornal da Chapada, por meio de sua editora-chefe, Deninha Fernandes, elaborou dois questionamentos ao gestor baiano. Dentre as perguntas, uma tratava sobre a viabilidade de anular o ano letivo das escolas por conta da pandemia e, a outra, tratava sobre uma possível candidatura de Rui Costa para presidente. Ele respondeu uma das perguntas. Sobre a política, ele saiu pela tangente dizendo que “a primeira pergunta é da gestão e é mais fácil responder”.

O governador descarta a anulação do ano letivo e que a retomada das atividades escolares atenderá protocolos assim como foi na retomada da economia. “O que nós temos que fazer é adotar critérios rígidos de segurança como tudo na vida está sendo retomado. Nós chegaremos ao dia de retomada das aulas, quando a taxa de contaminação tiver menor, quando o número de leitos ocupados tiver menor e quando o número de óbitos tiver bem menor, nós anunciaremos o retorno às aulas e cancelar o ano letivo não está em nosso horizonte de hipótese nenhuma”, respondeu Rui Costa.

Veja aqui a entrevista completa

Ele completa indicando alternativas do retorno com a diminuição de alunos em sala e com dias alternados. “Uma turma será dividida em duas, ao invés de 40 alunos teremos 20. Teremos metade das carteiras ocupadas para garantir o distanciamento. Estamos colocando ventiladores dentro das salas. Vamos ter aulas em dias de segunda, quarta e sexta e outra parte [da turma] em dias de terça, quinta e sábado”, completa o chefe do executivo do estado.

Durante a transmissão, Rui Costa também lamentou a marca de 100 mil mortes por covid no Brasil e criticou duramente a atuação do governo federal. O governador frisou “que infelizmente o Brasil está na disputa com os Estados Unidos de quem terá maior número de casos, devido as péssimas medidas adotadas desde o início, em que a responsabilidade e seriedade foram adotadas pelos países asiáticos e outros que tiveram sucesso, e infelizmente, a exemplo do Brasil, a covid foi tratada com deboche”.

Jornal da Chapada

Jornal da Chapada

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios