CidadesCuriosidadesEditorialMenu Principal
Trending

#Bahia: Deputado endossa coro de 21 entidades ligadas ao agronegócio e critica venda do Parque de Exposições

As entidades definiram a venda anunciada por Rui com três palavras: “perplexidade, estranhamento e indignação”.

O deputado estadual Sandro Régis (Democratas), líder da Oposição na Assembleia Legislativa da Bahia (ALBA), criticou nesta quinta-feira (29) a postura do governador Rui Costa (PT) ao anunciar a venda do Parque de Exposições e afirmou que o chefe do Executivo estadual age “sem diálogo e sem respeito com o setor agropecuário”. O parlamentar endossou o posicionamento feito por 21 entidades ligadas ao setor Agro que assinaram uma nota protestando contra o processo conduzido por Rui.

As entidades definiram a venda anunciada por Rui com três palavras: “perplexidade, estranhamento e indignação”. “O governador continua sem dialogar com o setor que representa mais de 20% do PIB da Bahia, que gera mais de dois milhões de empregos e que, até setembro deste ano, teve participação em 49% das exportações do estado. Além de não apresentar explicações para a venda, o governador demonstra grande desrespeito ao setor quando afirma que “vaca, cavalo, não pegam metrô”. É uma situação lamentável”, afirmou Régis.

O Parque de Exposições, ele diz, não beneficia apenas a capital baiana, mas todo o estado. “Os eventos mobilizam todo o setor Agro do nosso estado, atraindo inclusive produtores de fora da Bahia. É um espaço que tem grande importância estratégia, e lamentavelmente não está tendo a valorização necessária do governo”, pontua. Para Régis, além de vender um equipamento de fundamental importância para o Agro, o governador não apresentou alternativas concretas.

“Vamos lembrar do Centro de Convenções. O governo disse que levaria para o próprio Parque de Exposições, depois afirmou que implantaria no Comércio. E se passaram cinco anos sem solução, até que a prefeitura resolveu. Agora, o governador fala em levar o Parque de Exposições para o CIA, mas sem nada concreto. Que o setor Agro não sofra as consequências como sofreu o turismo da Bahia nesses últimos anos”, destacou. As informações são de assessoria.

Etiquetas

Jornal da Chapada

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios