CidadesCuriosidadesMenu PrincipalPolíticaTop
Trending

#Chapada: “Juventude forte dentro do PT”, diz Suíca sobre eleição de vereadora de 18 anos em Várzea da Roça

Suíca também destacou a participação de jovens na política interna do PT, na formação da sigla e das suas frentes de debates sociais e sindicais.

Com voz firme e retórica afiada, a mais jovem vereadora eleita do país Talyta Oliveira (PT) defendeu maior participação da juventude na política e destacou a trajetória para chegar a uma vaga na Câmara do município de Várzea da Roça, na Chapada Diamantina. Nesta quinta-feira (3), durante bate-papo com o edil reeleito em Salvador, Luiz Carlos Suíca (PT), Talyta de ‘Si de Neca’, como é popularmente conhecida, disse que foi fundamental a participação da família na campanha eleitoral. “A política está no nosso dia a dia, com posição, quando defendemos uma causa. Isso é uma forma de política. E jovens devem falar dos seus anseios, assim como a mulher, que sempre teve seus direitos negados”, salienta a legisladora.

Suíca também destacou a participação de jovens na política interna do PT, na formação da sigla e das suas frentes de debates sociais e sindicais. “Acredito que o nome para isso seja esperança. O povo sabe que a política precisa dessa renovação, é preciso que mais jovens entrem para a vida pública para ter representação e exigir seu espaço. Ser mulher e jovem na Câmara vai ser uma luta dura que Talyta vai travar. Acredito que o partido deve ter essa responsabilidade de inserir novos quadros e de reciclar. Ela ficou em isolamento esperando o resultado para covid, que deu negativo, lendo o regimento interno da Casa. Para mim isso é proatividade, é estudar o que deve fazer, de como será feito. Vamos ajudar no que for preciso”, descreve Suíca.

Talyta de ‘Si de Neca’ foi eleita com 610 votos no pleito municipal do último dia 15 de novembro. Ela aponta que iniciou a atuação na política aos 14 anos de idade. “Participava de articulações e os jovens e as mulheres devem participar das decisões. Entendemos a importância do povo para a criação de políticas públicas, que cheguem para ajudar o desenvolvimento de setores sociais, além de oportunidades para a juventude. Escolhi o PT por ter um processo de democracia interna, além de ouvir diretamente as demandas do povo. Meu desejo é que outros jovens tenham coragem e se tornem candidatos”, completa a vereadora. As informações são de assessoria.

Jornal da Chapada

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios