CidadesCuriosidadesMenu PrincipalPolíticaTop
Trending

#Bahia: Prefeito de Ipirá divulga dívida milionária do município deixada pelo governo anterior e ex-gestor rebate

“O que ficou de restos para pagar está, diretamente, ligado ao ano difícil que foi 2020. Dudy está atribuindo a inércia de seu governo ao passado”, rebate o ex-prefeito Marcelo Brandão.

Edvonilson Silva Santos, o popular Dudy (PSD), novo prefeito de Ipirá, na Bacia do Jacuípe, fez na semana passada uma ‘live’ em seu perfil oficial de rede social onde mostrou registros de dívidas milionárias que teriam sido deixadas pela antiga gestão do município.

No domingo (17), a assessoria da prefeitura publicou a lista especificando as dívidas deixadas pelo ex-prefeito Marcelo Brandão (DEM), o que foi rebatido pelo político. O prefeito Dudy disse na ‘live’ que o município foi entregue ao descaso e trouxe informações sobre como teria iniciado sua gestão.

Acompanhado dos secretários de finanças Luzivaldo Oliveira e de administração Thiago Oliveira, o novo gestor expôs que “a estrutura do município está destruída, com débitos milionários e caos administrativo. Um município com mais dívidas que arrecadações”.

Foi divulgada uma lista, que contém os débitos, inclusive, com servidores da Educação. Segundo a informação do novo prefeito, o documento apresentado mostra a dívida com os servidores que chega a somar R$2.421,150. Os pagamentos dos serviços essenciais para a população como luz e água, também entram como débitos.

Com a Coelba, o município tem dívida de R$88 mil. Na Embasa, o valor da dívida está em R$57.357,51, além do INSS ultrapassar a casa dos R$20.5 milhões em exercício nos anos de 2019 e 2020.

Outro lado
O ex-gestor do município, Marcelo Brandão, rebateu as acusações e disse que DuDy utiliza de estratégias. “Está atribuindo a inércia de seu governo ao passado”, de acordo com informações.

Marcelo publicou, em perfil de rede social, que fará uma transmissão ao vivo nesta segunda-feira (18), às 19h, para “bater um papo” e esclarecer sobre a situação. “O que ficou de restos para pagar está, diretamente, ligado ao ano difícil que foi 2020”.

Segundo o site Bahia Notícias, o ex-gestor afirmou que “recebeu o município em 2017 sem o mínimo de condição de administração, trabalhou e superou as dificuldades, entregando, entre outras coisas, a melhor saúde que Ipirá já viu”. Jornal da Chapada com informações do Bahia Notícias.

Jornal da Chapada

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios