CidadesCulturaCuriosidadesMenu PrincipalTop
Trending

#Chapada: Arte Rupestre em Macaúbas é revisitada por pesquisadores para documentação de acervo

“A importância da pesquisa é máxima, muita expectativa para a finalização dos produtos, que será o norteador da construção do inventário arqueológico e na criação de um laboratório de arqueologia com acervo técnico em Macaúbas”, diz pesquisador.

Os sítios arqueológicos de arte rupestre, localizados ao longo da Serra do Espinhaço Setentrional, no município de Macaúbas, na Chapada Velha, estão sendo revisitados e catalogados para pesquisas de projetos da Universidade Federal da Bahia (Ufba), com o pesquisador Jean Sousa, e da Universidade Federal de São João Del Rei (UFSJ) com o pesquisador José Antônio. A arte rupestre de Macaúbas será documentada por etapas. A primeira já foi finalizada. Inicialmente o objetivo, de ambas as pesquisas, é a produção de uma documentação sobre o acervo dos painéis gravados.

“Nossas ações foram guiadas pelo preenchimento de fichas adaptadas, tendo como referência o modelo de cadastramento de sítios arqueológicos, do Centro Nacional de Arqueologia, instância do Instituto do Patrimônio Histórico Artístico Nacional”, explicam em nota os docentes responsáveis. As figuras encontradas nos sítios arqueológicos de Macaúbas representam formas de animais, humanos, e espécies de vegetais, mas também foram identificadas formas geométricas, como conjunto de linhas, pontos, traços, zigue-zagues, quadrados e círculos.

“Atualmente esses sítios se encontram em uma situação desfavorável de conservação, seja pelos fatores naturais, antrópicos e diríamos que, de certa forma, também, em função da falta de vontade política do poder público municipal em fomentar ações e projetos que garantam a preservação e a difusão do potencial arqueológico e patrimonial do município. Assim, justificamos a necessidade da pesquisa, visando a produção e a construção de um banco de dados voltado para ações de conservação e atividades direcionadas para a educação patrimonial dos sítios arqueológicos”, ressaltam os pesquisadores.

Inicialmente o objetivo, de ambas as pesquisas, é a produção de uma documentação sobre o acervo dos painéis gravados | FOTO: Montagem do JC |

A primeira etapa da pesquisa está concluída e, para as próximas, um olhar especial se volta aos painéis e conjuntos de figuras, com o objetivo de analisar uma série de aspectos como “técnicas empregadas na fabricação dos pigmentos e suas cores, os tipos de traços e formas, os possíveis instrumentos utilizados. Coordenadas geográficas e mapeamento estão entre esses documentos, utilizados como ferramentas de conhecimento, aliadas à conservação dos sítios arqueológicos.

Para o pesquisador Jean, a valorização do potencial cultural e arqueológico do município de Macaúbas é a restauração de uma memória antiga, o que afirma a identidade local. “A importância da pesquisa é máxima, muita expectativa para a finalização dos produtos, que será o norteador da construção do inventário arqueológico e na criação de um laboratório de arqueologia com acervo técnico em Macaúbas”, frisa.

Jornal da Chapada

Jornal da Chapada

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios