CidadesCuriosidadesMenu PrincipalMundo
Trending

#Brasil: Ministério da Saúde assina contrato e garante a compra de 54 milhões de doses da coronavac

Apesar do anúncio, governo Bolsonaro está atrasado na compra de vacinas e Brasil pode enfrentar uma terceira onda da pandemia por conta da circulação da nova variante do coronavírus.

O Ministério da Saúde divulgou nesta terça-feira (16) contrato firmado com o Instituto Butantan onde garante a compra de 54 milhões de doses da Coronavac, vacina produzida pelo laboratório chinês Sinovac. Soma-se às 54 milhões de doses outras 46 milhões que já tinham sido adquiridas pela pasta em junho, também em parceria com o Instituto Butantan, o que totaliza um total de 100 milhões de doses da Coronavac.

Além da Coronavac, o Ministério da Saúde também afirmou que, até dezembro o país vai receber mais 42,5 milhões de doses do Consórcio Covax Facility. O governo federal também contratou a Fundação Oswaldo Cruz para a produção de mais 222,4 milhões de doses.

O governo também deve assinar contratos de compra com a União Química, que deve entregar 10 milhões de doses da vacina Sputnik V. Apesar desses consórcios, vários municípios interromperam a vacinação ou devem interromper nos próximos dias. E isso se deu por conta da demora do governo Bolsonaro em estabelecer um Plano Nacional de Vacinação contra a Covid-19.

Cabe destacar que esse atraso nas vacinas pode levar o Brasil a uma terceira onda, pois, os médicos sanitaristas estão preocupados com a circulação da nova variante do coronavíruz, que já se encontra em 12 estados brasileiros. Por fim, a nova cepa do vírus é mais agressiva, mais transmissível e também evolui em pessoas que não possuem comorbidades. A redação é do site da Revista Fórum.

Jornal da Chapada

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios