CidadesCuriosidadesMenu PrincipalMundoTop
Trending

#Brasil: Em vídeo, Bebbiano disse que Bolsonaro pediu que ele processasse seu filho Carlos

Material foi divulgado por André Marinho, filho de Paulo Marinho, apoiador e articulador da campanha do atual presidente, e teria sido gravado seis dias antes da morte do ex-ministro.

Ainda na época da campanha, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) pediu que Gustavo Bebbiano, um dos principais articuladores de sua campanha e que foi ministro da Secretaria-Geral, processasse Carlos Bolsonaro, seu filho 02. Bebbiano foi demitido do cargo em fevereiro de 2019 e, na época, atribuiu sua exoneração a Carlos, que é vereador no Rio de Janeiro.

A revelação está em um vídeo divulgado por André Marinho, filho do empresário Paulo Marinho, que apoiou a campanha de Bolsonaro e cuja casa era o QG da campanha. Ele diz que o vídeo, um depoimento de Bebbiano, foi gravado seis dias antes da morte do ex-ministro, ocorrida em março do ano passado, de infarto.

André mostrou o material no programa Flow Podcast levado ao ar no YouTube na última sexta-feira (12). A jornalista Mônica Bergamo, da Folha de São Paulo, trouxe o conteúdo à tona nesta quinta-feira (18).

No vídeo, Bebbiano, que presidiu o PSL durante a campanha, conta que estava reunido com Bolsonaro e o deputado Julian Lemos, da Paraíba, em uma sala da casa de Marinho. Ele relata que todos estavam irritados com o 02 devido a ataques “infundados, gratuitos” que o vereador tinha feito a uma série de pessoas nas redes sociais.

“Inclusive da equipe de comunicação, que trabalhavam muito aqui para que o projeto fosse bem sucedido”, conta o ex-ministro no vídeo. “E o Carlos disparou a metralhadora giratória por conta de ciumeira”.

Segundo o relato de Bebbiano, nesse dia o então candidato à Presidência teria lhe falado: “Ô, Gustavo, processa ele! Processa ele!”. O ex-ministro lhe respondeu: “Capitão, os seus filhos, não”. E conta que ouviu como resposta: “Mas o moleque tem que aprender. Tá na hora de ele aprender”.

Depois de contar a conversa, Bebbiano faz uma reflexão no vídeo. “Talvez tivesse sido um acerto ter seguido a orientação dele, processado o Carlos. Talvez, se ele tivesse tomado um susto, amadurecesse um pouco, porque ele não tem a mínima ideia do mal que ele faz às pessoas”, afirmou. A redação é do site da Revista Fórum.

O vídeo está na entrevista reproduzida abaixo. Ele aparece a partir do minuto 58.

Jornal da Chapada

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios