CidadesCuriosidadesMenu PrincipalSaúde
Trending

#Bahia: Após cinco dias de queda, número de mortes por covid-19 volta a crescer; 102 óbitos nesta segunda

Nas últimas 24 horas, foram identificados 1.413 casos da doença e 2.897 recuperados. Dos 715.418 casos confirmados desde o início da pandemia, 683.429 já são considerados recuperados.

Após quinto dia de queda no número diário de óbitos por covid-19, a Bahia volta a registrar aumento significativo de vítimas fatais da doença. Nesta segunda-feira (8), foram notificadas 102 mortes e o número total de óbitos por covid-19 no estado desde o início da pandemia é de 12.632, representando uma letalidade de 1,77%. Nas últimas 24 horas, foram identificados 1.413 casos da doença e 2.897 recuperados. Dos 715.418 casos confirmados desde o início da pandemia, 683.429 já são considerados recuperados e 19.357 encontram-se ativos.

O boletim epidemiológico contabiliza ainda 1.054.697 casos descartados e 166.218 em investigação. Estes dados representam notificações oficiais compiladas pelo Diretoria de Vigilância Epidemiológica em Saúde da Bahia (Divep-BA), em conjunto com as vigilâncias municipais e as bases de dados do Ministério da Saúde até as 17 horas desta segunda-feira (8). Na Bahia, 43.712 profissionais da saúde foram confirmados para covid-19.

A existência de registros tardios e/ou acúmulo de casos deve-se a sobrecarga das equipes de investigação, pois há doenças de notificação compulsória para além da covid-19. Outro motivo é o aprofundamento das investigações epidemiológicas por parte das vigilâncias municipais e estadual a fim de evitar distorções ou equívocos, como desconsiderar a causa do óbito um traumatismo craniano ou um câncer em estágio terminal, ainda que a pessoa esteja infectada pelo coronavírus. O boletim completo pode ser acessado aqui. Jornal da Chapada com informações de assessoria.

Jornal da Chapada

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios