CidadesCuriosidadesMenu PrincipalPolíciaTop
Trending

#Bahia: No caso Atakarejo, vídeo mostra um dos homens assassinado gritando para não ser entregue aos traficantes; “Eu não quero”

Ian Barros da Silva chega a resistir e levar um mata-leão de um dos seguranças do supermercado em Salvador.

Um vídeo que foi divulgado pelo site Informe Baiano nesta terça-feira (11) mostra o momento em que Bruno e Ian Barros da Silva, 29 e 19 anos, tio e sobrinho, respectivamente, estavam detidos no Atakarejo sob acusação de furto, em Salvador. No registro é possível visualizar que Ian ainda resiste e leva um mata-leão de um dos seguranças.

Também é possível ver um homem de boné e bermuda pegar Ian, que grita: “eu vou sair, paraê” e “eu não quero”. No mínimo, sete pessoas observam a cena.

A ocorrência foi por volta das 15h30 do dia 26 de abril, e de acordo com a Polícia Civil, ambos foram entregues a um grupo de traficantes da localidade do Boqueirão, no Nordeste de Amaralina, onde ocorreu uma sessão de tortura que terminou com duplo homicídio.

Em seguida, as vítimas foram colocadas no porta-malas de um veículo e os corpos abandonados na Polêmica de Brotas.

A Secretaria de Segurança Pública (SSP) apresentou também nesta segunda-feira (11) um balaço da primeira fase da Operação Retomada, que já prendeu três seguranças e quatro traficantes.

Dois jovens que acompanhavam Bruno e Yan Barros da Silva na tentativa de furto ao supermercado conseguiram escapar dos seguranças e prestaram depoimentos, conforme entrevista coletiva a delegada Andréa Ribeiro, do Departamentos de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

A policial disse que “está claro que houve um contato dos seguranças com os traficantes”. Além disso, disse que um dos jovens escapou do cerco dos seguranças dentro do estabelecimento e o outro ficou no estacionamento. No entanto, Yan e Bruno não obtiveram a mesma sorte. Jornal da Chapada com informações de Informe Baiano.

Jornal da Chapada

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios