CidadesCulturaCuriosidadesMenu PrincipalTop
Trending

#Chapada: Artista monta galeria em Lençóis com obras em gravura e difunde técnica tradicional na região

Artur Soares exibe uma série de gravuras que retratam personagens conhecidas que marcaram sua trajetória, como Bule Bule, Riachão, Zumbi dos Palmares, Mateus Aleluia, Dedinho do Pandeiro, Nêgo Bispo, Guardião Guajajara e Gilberto Gil.

A arte da gravura terá um espaço de referência, em Lençóis, na Chapada Diamantina, a partir deste sábado (24). A Soar Galeria de Arte, idealizada pelo artista plástico, Artur Soares, mostrará obras em gravura, técnica tradicional na qual o artista vem se especializando, desde que se formou na Escola de Belas Artes da Universidade Federal da Bahia (Ufba), em 2017.

A inauguração do espaço cultural será aberta ao público, com controle do número de pessoas a fim de evitar aglomeração, e será transmitida nas mídias sociais, a partir das 20h.

Na exposição de abertura, Artur exibe uma série de gravuras que retratam personagens conhecidas que marcaram sua trajetória, como Bule Bule, Riachão, Zumbi dos Palmares, Mateus Aleluia, Dedinho do Pandeiro, Nêgo Bispo, Guardião Guajajara e Gilberto Gil.

No local, o público conhecerá a coleção de camisetas estampadas com gravuras figurativas de personalidades populares, assim como a criação exclusiva para o filme ‘Baderna’ (rodado em Lençóis em 2015), e também, a obra Odu, feita em pedra com relevo policromado e pigmentos minerais, retratando um opô ifá, tabuleiro de adivinhações do candomblé.

A peça foi produzida para a capa da Revista ‘Odù: Contracolonialidade e Oralitura’, coletânea que reuniu mais de 30 autores, entre mestres e mestras do saber, lideranças indígenas, sacerdotes e artistas.

Arte em pedra
Descendente de gravadores das pedras da Chapada Diamantina, Artur Soares imprime imagens da sua história com a técnica tradicional da xilogravura. Atualmente desenvolve pesquisa de mestrado com inovações no universo do seu repertório gráfico focando a arte da gravura em linóleo, madeira, metal e a ardósia da Chapada.

Na pedra, ele gravou a imagem dos avós e de alguns personagens emblemáticos da Chapada, como Pelé, um dos pioneiros no atendimento aos visitantes do Rio Mucugezinho, atrativo turístico de Lençóis. No final do ano passado teve o seu projeto ´Ilustres na Pedra´ aprovado em edital da Prefeitura de Lençóis para retratar personagens relevantes da história e cultura lençoense.

Artur Soares imprime imagens da sua história com a técnica tradicional da xilogravura | FOTO: Rita Tavares |

Artur foi professor do maior atelier de gravura da Bahia, no Museu de Arte Moderna, por três anos até o advento da pandemia, em março de 2020, quando decidiu retornar de vez para Lençóis, onde moram seus pais e a família paterna. Há três anos é professor de arte-terapia para alunos especiais, sendo este trabalho feito virtualmente por causa da pandemia.

Prêmios
Em 2015, foi ganhador do Prêmio Ibema de Gravura com a obra ´Virtudes do Tato´ e, em 2017, selecionado para a exposição ´30 anos do Museu Casa da Xilogravura de Campos do Jordão´.

Em 2019, o artista foi um dos vencedores do Concurso de Artes Gráficas do Goethe Instituto de Porto Alegre, onde realizou exposição de gravuras retratando personagens abolicionistas como Luis Gama e Luiza Mahim, e da história recente como Marielle Franco e Mestre Moa do Katendê.

A Galeria Soar fica na Rua da Boa Vista, nº 196, no centro histórico de Lençóis, cidade Monumento Histórico Nacional desde 1973 e polo turístico da Chapada Diamantina. As informações são de assessoria.

Serviço
O quê: Inauguração da Soar Galeria de Arte
Quando: 24/07/21, 18 às 21h.
Onde: Rua da Boa Vista, nº 196, Lençóis-BA
Contatos: 71.99240-1827 Artur Soares @artur.soar

Etiquetas

Jornal da Chapada

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios