CidadesCuriosidadesMenu PrincipalMundoTop
Trending

#Brasil: Mãe presa com namorada por matar filho acorrentava criança e a obrigava a escrever frases depreciativas

Corpo do menino, que foi jogado em rio pela própria mãe, ainda não foi encontrado pelo Corpo de Bombeiros do Rio Grande do Sul.

Buscas realizadas pela Polícia Civil do Rio Grande do Sul na casa em que uma mulher identificada como Yasmin Vaz dos Santos morava com a namorada e o filho, Miguel dos Santos, na cidade de Imbé, Litoral Norte do Estado, encontraram indícios de que o menino de sete anos era constantemente torturado e mantido amarrado com uma corrente.

Ele foi morto no dia 28 de julho, e teve o corpo jogado em um rio da região pela própria mãe, que confessou o crime à polícia e disse que administrou calmantes no menino, colocando o corpo dele dentro de uma mala antes de descartar.

Em perícia realizada na noite da última terça-feira (3), agentes encontraram a corrente usada para amarrar a criança e um caderno no qual o menino era obrigado a escrever frases autodepreciativas.

Entre elas: “Eu sou um idiota”; “Não mereço a mamãe que eu tenho”; “Eu não sei valorizar ninguém” e “Eu sou um filho horrível”. A mãe do menino foi presa em flagrante junto à namorada e ambas foram encaminhadas à Penitenciária Estadual Feminina de Guaíba, onde ficarão à disposição da Justiça.

Os bombeiros ainda não encontraram o corpo da criança e estão no sexto dia de busca consecutivo em região de mar na cidade de Torres, onde desagua o rio Tramandaí, no qual o corpo da criança foi arremessado. A redação é do site Jovempan.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios