CidadesCulturaCuriosidadesMenu PrincipalTop
Trending

#Vídeo: Repórter chora ao informar 30 dias sem mortes em hospital do Rio Grande do Norte

Kléber Teixeira ficou emocionado e perdeu a voz ao lembrar que 7.343 vidas foram perdidas em seu estado, salientando importância da vacinação. “É uma felicidade muito grande poder dar uma notícia dessas”, disse.

O repórter Kléber Teixeira, da Inter TV Cabugi, a afiliada da Rede Globo no Rio Grande do Norte, ficou muito emocionado e chorou durante uma entrada ao vivo num dos telejornais da emissora ao noticiar que o principal hospital da Natal, referência durante os piores momentos da pandemia da Covid-19, completou 30 dias sem registrar mortes em decorrência da doença.

“É uma felicidade muito grande poder dar uma notícia dessa… (chora muito) Eu vou conseguir… Foram 7.343 mortes até agora por Covid, e aí quando a gente vê uma notícia como essa não tem como não desabar”, concluiu o profissional, após pedir desculpas várias vezes aos telespectadores a ao âncora do programa.

“A gente lembra de tudo o que foi vivenciado ao longo desses quase dois anos, foi tudo muito intenso. E quando tem uma notícia como essa, 30 dias sem morte em um hospital que foi durante muito tempo o termômetro da pandemia na Região Metropolitana de Natal, a gente se emociona”, falou Kléber.

A cena, muito sincera, forte e emocionante viralizou na manhã desta quinta-feira (7) e foi mostrada até no programa Mais Vocês, de Ana Maria Braga. Na atração, que é transmitida para todo Brasil, o repórter foi chamado para falar sobre o episódio e acabou outra vez se emocionando.

“Minha mãe, meu irmão e vários amigos trabalham na saúde… E a gente se coloca no lugar desses profissionais, que passaram por vários momentos muito difíceis”, explicou o jornalista.

Kléber Teixeira finalizou a participação falando para a audiência de Ana Maria que, mesmo diante da isenção e frieza necessárias a um repórter, nem sempre será possível não se emocionar diante de um fato.

“Ao pé da letra, nós jornalistas teríamos que nos afastar, não se envolver tanto, mas tem hora que não tem como, o coração fala mais alto. Eu também sou gente, tenho um coração aqui dentro e a emoção acaba tomando conta”. Com informações da Revista Fórum.

Veja o vídeo

Artigos relacionados

Deixe um comentário

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios