Chapada: Destinos turísticos registram alta ocupação neste mês de janeiro

lencois

Em Lençóis, na Chapada Diamantina, houve um incremento de 30% em relação a janeiro de 2013 | FOTO: Reprodução |

Os principais destinos turísticos da Bahia tiveram ocupação de 100% no Réveillon, e o movimento continua intenso durante este mês. Em Porto Seguro , Ilhéus, Praia do Forte e em Lençóis, está difícil conseguir hospedagem até o final do mês. Em Porto Seguro, terceiro maior parque hoteleiro do Brasil, os 48 mil leitos não foram suficientes para atender a demanda do final do ano. O secretário municipal de Cultura e Turismo, Luiz Otávio Borges, comemora. “Podemos constatar que a ocupação foi maior que 100%, porque muitos turistas que não conseguiram leitos nos hotéis optaram por alugar casas e flats para a temporada”.

Luiz Otávio diz que percebeu, este ano, que aumentou o número de visitantes que vieram de carro para a região. “Fizemos uma pesquisa de campo e encontramos turistas de Rondônia, Belém do Pará”. Segundo o presidente da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis (ABIH/ Porto Seguro), Wilson Spangnol, a ocupação no Réveillon foi de 100%. E os hotéis continuaram lotados, depois do dia 12 deste mês, com ocupação de 93%. Em Ilhéus, na Costa do Cacau, a realidade é a mesma – Réveillon com 100% de ocupação e 80% durante o mês.

“Sempre há uma queda depois do Réveillon, e este ano o trade quase não sentiu essa redução no restante do mês. Hotéis e restaurantes sempre cheios”, afirma o presidente do Convention Bureau da Costa do Cacau, Luigi Massa. O movimento em Itacaré também é dos melhores, de acordo com Maria Aparecida Aguilar. “Tanto o Natal como o Réveillon foram de hotéis cheios. Tenho duas pousadas grandes e nelas a ocupação foi de 100%. Depois da segunda semana deste mês, alcançamos 85% de ocupação, e assim vamos fechar o mês”.

Chapada Diamantina
Não são apenas os destinos de sol e praia que estão com a ocupação alta. Em Lençóis, na Chapada Diamantina, houve um incremento de 30% em relação a janeiro de 2013. “A cidade ficou completamente lotada, com filas nos supermercados e até mesmo nos restaurantes. Foi uma surpresa muito grande para o trade. E o melhor é que o movimento continua. Depois do dia 13, os hotéis chegam a ter 80% de ocupação”, afirma a secretária municipal de Turismo, Michelli Nonato.

No Capão, também na Chapada Diamantina, a realidade é a mesma: restaurantes, pousadas e mercadinhos cheios. Conforme Marcos Monteiro, proprietário de uma das pousadas mais procuradas da região, desde 20 de dezembro está complicado conseguir um quarto na vila. “Terminamos dezembro e iniciamos janeiro com 100% de ocupação. Na última semana, depois do dia 18, é que baixamos para 80% o número de quartos ocupados. Vamos fechar o mês com 20% a mais de hóspedes em relação a janeiro do ano passado”.

Costa dos Coqueiros
Em Praia do Forte, na Costa dos Coqueiros, os hotéis estão lotados desde o final de novembro, e é muito difícil conseguir hospedagem até depois do Carnaval, garante a gerente de marketing da Associação Comercial e Turística da Praia do Forte (Turisforte), Maria Betânia Souza Paranaguá. “Além da dificuldade de conseguir hotéis, os turistas não acham casas para alugar. Este mês está sendo especial para os hoteleiros de Praia do Forte, com um incremento de 10% a 15% em relação a 2013” .

Sobre o Autor

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Deixe Uma Resposta

Você deve ser logando em para postar um comentário.